Desequilíbrio hormonal: aprenda a ler seus sinais

A nossa saúde depende de uma série de fatores, alguns bem pequenos, e outros até grandes demais. Perceber e prestar atenção no nosso corpo é fundamental para que possamos conhecer e cuidar melhor da nossa saúde, prevenindo qualquer tipo de surpresa que possa se manifestar.

O desequilíbrio hormonal é uma dessas coisas que parecem pequenas, mas na realidade é muito grande, e devemos prestar atenção em seus sinais a fim de manter nosso bem-estar. Os hormônios são mensageiros químicos muito pequenos que circulam nas nossas correntes sanguíneas, nossos órgãos e tecidos corporais, a fim de ajudá-los a cumprir suas funções. Parece pouco mas, suas influências no corpo vão desde o desenvolvimento do crescimento ao metabolismo da comida, da funcionalidade sexual à cognição, do humor à temperatura corporal!

Costumamos reduzir as dimensões dos hormônios a dois eventos principais que são conhecidos por todos: a adolescência, responsável por grandes mudanças tanto nos homens quanto nas mulheres e a gravidez nas mulheres. Mas de uma coisa você pode ter certeza; não são apenas nessas situações que a dimensão dos hormônios se expressa.

Pois é, os hormônios são cruciais em nossos corpos, e por isso, é importante saber se estão funcionando de forma equilibrada ou não. Para isso, existem alguns sinais que o corpo expõe quando alguma coisa não está indo bem.

Vejamos uma série de sintomas que PODEM ser causados pelo desequilíbrio hormonal.

Caso você se identifique com algumas das pontuações, entre em contato com um médico para certificar suas causas pois, estas podem também estar ligadas à outras doenças.

Antes de tudo, é bom saber que os hormônios são muito influenciados por pequenas coisas em nossas rotinas, como a nossa alimentação e o nosso “astral”. Quer dizer que, se estamos estressados, por exemplo, a produção de certos hormônios se dá de forma distinta, alterando toda a reação do nosso corpo a determinados acontecimentos, o que reflete tanto na nossa forma de agir, quanto na nossa forma de sentir, e até mesmo na nossa aparência física.

9 Sinais de desequilíbrio hormonal

foto: freeimages

O astral

Baixo astral

Até isso é influenciado pelos hormônios! Mau humor, irritabilidade, ansiedade e até depressão podem significar desequilíbrio hormonal!

Cansaço

Não um cansaço qualquer, mas aquele em que você dorme por horas e ainda acorda exausto! É uma fatiga exaustiva, geralmente relacionada ao estresse, à baixa emissão de Cortisol e aos elevados níveis de TSH (hormônio da tireoide).

Insônia

Reconhecida pela dificuldade para conseguir dormir ou por noites de sono constantemente interrompidas. Muito comum em casos nos quais a mudança hormonal é muito drástica (como a menopausa). O maior problema da insônia é que diversos hormônios são regulados durante o sono, e quando dormimos mal, influenciamos diretamente cerca de 10 hormônios, que podem causar problemas diversos, desde o apetite à saúde cardíaca, da fertilidade à saúde mental.

Perda de libido

Quando nossos desejos e prazeres sexuais são reduzidos.

O físico

foto: freeiamges

Peso

O hormônio conhecido como “hormônio do estresse”, ou Cortisol, produzido pelas glândulas suprarrenais, ao ser produzido em maior quantidade, faz com que ganhemos peso com velocidade e facilidade, o que tem como consequência o estímulo e o aumento da produção de insulina no corpo. Com o nível de açúcar no sangue maior, nosso apetite também aumenta. Além disso, a chamada “gordura tóxica”, desenvolvida na região abdominal aparece como consequência.

Suor em excesso

Suores diurnos ou noturnos

Problemas digestivos

Podem ser provocados pelo desequilíbrio de 3 hormônios no sistema gastrointestinal: gastrina, secretina e colecistocinina, também conhecidos como CCK, responsáveis por estimular o processo digestivo que divide os alimentos em moléculas simples, para serem absorvidas pela corrente sanguínea.

Desejos por doce

Pode ser provocado pela glândula tireoide ou por uma sobrecarga de adrenal, as glândulas suprarrenais.

Queda de cabelo

Geralmente o resultado de uma falta de testosterona, tem como principal culpado o Dyhydrotestosterone ou DHT.

Lembrete

Estas são algumas dicas de coisas que se expressam no nosso corpo e que devemos prestar atenção. Elas não estão necessariamente ligadas aos hormônios, mas muitas vezes são influenciadas por eles. Só um médico pode diagnosticar se há realmente desequilíbrio hormonal em curso. Portanto, na ocorrência de um ou mais destes sinais, procure um médico.

Leia também:

EQUILÍBRIO HORMONAL: QUAIS ALIMENTOS CONSUMIR

CONHEÇA OS ALIMENTOS QUE TE DEIXAM MAIS FELIZ

ESTRESSE: O HUMOR É UMA ACADEMIA PARA O CÉREBRO

Fonte foto capa: freeimages