Clareadores dentais não funcionam

  • atualizado: 

foto

Aqui no GreenMe falamos mais de uma vez sobre clareadores dentais. Falamos sobre as microesferas contidas em cremes dentais clareadores que foram encontradas nas gengivas de pacientes norte-americanos, e que poderiam causar problemas periodontais. Falamos sobre o crescente uso destes produtos por parte dos brasileiros, o que levou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a aprovar em janeiro deste ano uma norma para que a compra de clareador dental seja permitida mediante prescrição. Mas agora, um novo capítulo sobre o assunto surge graças a um estudo da USP que atesta: os clareadores não funcionam!

O estudo foi feito pela Faculdade de Odontologia de Ribeiro Preto (FORP) da USP e chegou à conclusão que além de não funcionarem como propagandam seus fabricantes, estes cremes dentais também podem causar mudanças de cores nas resinas restauradoras, que são utilizadas nas obturações, de acordo com a variação do material da resina.

O ESTUDO

Três tipos de cremes dentais foram utilizados na pesquisa. Dois deles com função clareadora no rótulo e um não. 30 voluntários foram testados durante 90 dias e, depois deste período nenhuma alteração na cor dos dentes foi observada. Mas nem tudo é notícia ruim. Não houve verificação de desgaste nos dentes na comparação com o creme dental sem indicação de clareamento.

Lourenço de Moraes Rego Roselino, cirurgião-dentista e coordenador da pesquisa, falou sobre a pesquisa: “As alterações de cor e de rugosidade de superfície das resinas compostas e do dente, foram avaliadas na cavidade bucal, com a presença de saliva e enzimas, por meio da escovação com cremes dentais clareadores, enquanto a maioria dos estudos publicados indicam que foram feitos em laboratório”, enfatiza.

Os principais objetivos da pesquisa era constatar a eficiência ou não dos clareadores, e se eles poderiam causar qualquer tipo de prejuízo às resinas compostas, responsáveis pela restauração estética dos dentes.

Mas a pesquisa não para por aqui e irá continuar comparando os resultados clínicos com o estudo laboratorial, feito antes, para verificar se diferentes formas de análise podem apresentar resultados diferentes.

Enquanto isso, com tantos contras, por que comprar clareadores dentais?

Leia também:

ANTISSÉPTICOS BUCAIS FAZEM BEM OU MAL?

CLAREADORES DENTAIS: AGORA SÓ COM PRESCRIÇÃO

Fonte foto: freeimages.com