Caminhar 2 minutos a cada hora prolonga a vida

caminhar prolonga a vida

Caminhar 2 minutos a cada hora permitiria contrastar os efeitos negativos à saúde, causados pelo fato de estarmos sempre sentados.

Quem estuda e trabalha no escritório, provavelmente, passa a maior parte de seu tempo sentado. Os efeitos negativos de um estilo de vida sedentário já há algum tempo tem sido objeto de pesquisas científicas. Até mesmo um escritório fictício foi imaginado para acabar com essa história de passar o maior tempo de nossas vidas, sentados.

Leia também: O segredo para não envelhecer? Ficar em pé

Agora, pesquisadores norte-americanos decidiram se aprofundar sobre este tema. Qualquer pessoa que passa muito tempo sentado deve levantar-se a cada hora e caminhar por 2 minutos. É o que sugere um estudo publicado recentemente no Clinical Journal of the American Society of Nephrology por pesquisadores da University of Utah School of Medicine.

O estudo analisou os dados relacionados à atividade física de 3.243 participantes do National Health and Nutrition Examination Survey, um programa governamental que monitora os hábitos alimentares e de saúde de adultos e crianças

Em particular, os pesquisadores investigaram a relação entre a atividade física leve e a redução do risco de morte prematura. O novo estudo sugere que dedicar-se à atividade física de baixa intensidade algumas vezes por semana, pode não ser suficiente para compensar os riscos para a saúde causados pelo passar muito tempo sentado.

Sendo assim, os especialistas sugerem continuar a praticar uma atividade física habitual (ou iniciar uma) e lembrar-se de se levantar de hora em hora. Bastaria fazer uma “pausa da cadeira” por dois minutos a cada hora, para nos sentirmos melhor.

Estudos anteriores demonstraram que permanecer sentado por muitas horas, pode aumentar o risco de ocorrência  de morte prematura, mas também de diabetes, doenças do coração e outras doenças.

A quantidade de atividade física recomendada por especialistas é de duas horas e meia por semana. Trata-se de uma atividade física moderada à qual adicionar curtas caminhadas a cada hora, o que 

permitiria a queima de 600 calorias por semana, um dado não subestimável dada a crescente tendência à obesidade e à sedentariedade.

Os pesquisadores apontam que o exercício moderado fortalece coração, músculos e ossos, pois permite que os tecidos dos músculos e dos ossos se renovem.

De acordo com dados coletados, o bom hábito de levantar-se da cadeira a cada hora e caminhar por 2 minutos, pode levar a uma redução do risco de morte prematura em 33%.

Leia também: Saúde: um teste físico para calcular a expectativa de vida