Quando óvulo e espermatozoide se encontram…fogos de artifício se acendem! 

Quando óvulo e espermatozoide se encontram…fogos de artifício

Digamos que quando você foi concebido, fez-se uma grande festa! É verdade: “fogos de artifício” se acendem quando óvulo e espermatozóide se encontram nos mamíferos. Cintilas foram fotografadas.

O evento muito aguardado por aqueles que querem ter um filho produz, literalmente, faíscas. Pelo menos é o que dizem cientistas norte-americanos que pela primeira vez foram capazes de fotografar este momento especial. Portanto, trata-se de uma verdadeira onda de fagulhas, que lembram as dos fogos.

Quando a “semente” se encontra com o óvulo, nos mamíferos, são liberados átomos de zinco, o que criaria ondas de "faíscas", uma após outra.

A descoberta foi liderada por pesquisadores da Universidade de Northwestern. Na opinião destes, o zinco pode ser um verdadeiro identificador da qualidade dos óvulos fecundados. O estudo foi publicado na revista Nature Chemistry e leva o título de "Quantitative mapping of zinc fluxes in the mammalian egg reveals the origin of fertilization-induced zinc sparks".

Os pesquisadores estão atualmente trabalhando para ver se eles podem correlacionar faíscas de zinco com a qualidade do ovo, a informação seria fundamental para melhorar os tratamentos de fertilidade. Se conseguirem identificar os melhores óvulos, durante tratamentos de fertilidade, será possível transferir ao útero menos embriões, escolhendo apenas aqueles realmente prontos para se desenvolverem. Este é o objetivo dos especialistas, que trabalham para simplificar a reprodução assistida. Cada ovo liberaria uma verdadeira tempestade de átomos de zinco, criando os inesperados efeitos "fogos de artifício".

O zinco, juntamente com outros elementos, fariam parte dos fatores que controlam a possibilidade que um óvulo, graças à fertilização, possa dar origem à vida.

No entanto, novos estudos serão necessários para se aprofundar sobre o fenômeno. Mas o efeito “fogos de artifício” é realmente fascinante e inesperado.

Leia também: O futuro pai é tão importante quanto a mãe para a saúde do feto

Fonte e fotos: Nature