Ritos tibetanos. Como e porque praticar todos os dias

  • atualizado: 
Ritos tibetanos

Fala-se dos Cinco Ritos Tibetanos como sendo estes os segredos da juventude permanente e do rejuvenescimento. Vejamos do que se trata.

O que são?

Os Cinco Tibetanos ou os Cinco Ritos Tibetanos são uma série de exercícios simples, também conhecidos como os rituais da eterna juventude.

Eles ajudam a manter o corpo ágil e flexível, tendo ainda um efeito benéfico sobre a mente.

Quando é melhor praticá-los

Estes ritos ajudam a ativar a energia vital e geralmente são praticados ao acordar pela manhã, para começar o dia com uma carga energética maior. De fato, relatam-se os Cinco Ritos Tibetanos como uma das práticas diárias para um bom despertar, que talvez possa ser combinado com a Surya Namaskar, mais conhecida como a Saudação ao Sol.

Benefícios

Os Lamas praticam os Cinco Tibetanos em seus tradicionais tapetes de oração mas nós podemos usar o clássico tapete de Yoga antiderrapante. Os cinco ritos tibetanos são considerados um elixir da longa vida e do rejuvenescimento. Os adultos podem praticá-los a qualquer idade, exceto por impedimentos físicos específicos.

A tradição tibetana exige repetir cada ritual 21 vezes, mas pode começar com mais calma, por exemplo, com 3 ou 4 repetições para cada ritual, prestando muita atenção em assumir corretamente as posições necessárias e fazer movimentos suaves.

A prática dos Cinco Ritos Tibetanos não promete efeitos milagrosos de rejuvenescimento, mas pode ajudar a aumentar o tempo dedicado à atividade física no dia a dia, com exercícios de efeitos benéficos, seja para o corpo que para a mente.

Elenco um a um de cada rito

1. Primeiro Rito Tibetano

No primeiro rito tibetano, deve-se colocar as pernas ligeiramente separadas, de acordo com a largura da bacia (quadril). Levante os braços na altura dos ombros, paralelos ao chão, com as palmas das mãos viradas para baixo. Neste ponto, você deve girar em torno a si mesmo seguindo o sentido horário e mantendo os braços erguidos e paralelos ao chão. Não faça nenhuma rotação excessiva para evitar tonturas. É bom começar com poucas voltas. Você pode atingir o total de 21 giros. De acordo com a tradição, girar no sentido horário ajuda o fluxo de energia através dos chakras. Veja o vídeo abaixo, no final do artigo, para entender melhor.

primeiro rito tibetano

 

Fonte foto: domyos.co.uk

2. Segundo Rito Tibetano

Para praticar o segundo rito tibetano, deite-se e relaxe as costas no chão mantendo os braços ao lado do corpo. Suas palmas estão voltadas para o chão. Você deve levantar a cabeça, trazendo o queixo para o peito e ao mesmo tempo levantar as pernas com os pés flexionados, trazendo-as perpendiculares ao chão. Os joelhos não devem dobrar e as pernas devem estar esticadas. O curso de 21 repetições é indicado, mas no início é melhor não exagerar e limitar-se a apenas algumas repetições.

segundo rito tibetano

 Fonte foto: fractalenlightenment.com

 

3. Terceiro Rito Tibetano

No Terceiro Rito Tibetano assumimos a posição que na Yoga se chama Ustrasana ou posição do camelo. Para fazer esta posição, você terá que ficar de joelhos na esteira com os dedos dos pés apontados para o chão e os braços estendidos ao seu lado. Veja a imagem e o vídeo abaixo. A Ustrasana fortalece os músculos das costas, melhora a flexibilidade da coluna vertebral e a postura, bem como assegura uma massagem benéfica aos órgãos abdominais.

terceiro rito tibetano

 Fonte foto: augustyoga.com

4. Quarto Rito Tibetano

O Quarto Rito Tibetano exige que você se posicione inicialmente sentado com as pernas estendidas e ligeiramente distantes e com as costas tão eretas quanto possível. As mãos devem se posicionar no chão ou no tapete com as palmas voltadas para baixo e os dedos apontando para os pés. Neste ponto, a cabeça é inclinada ligeiramente para a frente em direção ao queixo e depois ligeiramente para trás. Finalmente, os braços são esticados e o corpo é levantado para criar um ângulo reto entre as pernas e as coxas. Uma espécie de ponte deve ser formada. Esta posição ajuda a fortalecer as pernas e os braços.

quarto rito tibetano

Fonte foto: wikihow.com

5. Quinto Rito Tibetano

No quinto rito tibetano, começamos a partir de uma posição de quadrúpede. Então você aponta os dedos dos pés no tapete, abaixa a pelve e apoia-se com os braços na posição vertical enquanto as pernas são estendidas. Você leva o queixo para cima. Neste ponto, a pelve é levantada, os calcanhares se posicionam no chão e um V invertido se forma entre as costas e as pernas. Esta é a posição que na Yoga é chamada Adho Mukha Svanasana, também conhecida como a posição do cachorro de cabeça para baixo. Este asana fortalece os braços e as pernas, alivia o estresse e dá um estalo de energia ao corpo inteiro.

quinto rito tibetano

Fonte foto: wikihow.com

Para compreender melhor os exercícios, veja o vídeo de Parmatma Chris abaixo:

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!