Stand Up Paddle, não é à toa que virou febre. Conheça todas as modalidades

Stand Up Paddle ou SUP

A cada dia, o Stand Up Paddle (ou SUP) conquista mais praticantes do esporte no Brasil e no mundo. Uns dizem que o esporte nasceu com os Beach Boys, salva vidas de Waikiki, mas há relatos mais antigos na Austrália e até mesmo em Santos, litoral paulista. O Stand Up Paddle pode ser praticado no mar, na lagoa, rios e até em corredeiras, talvez seja por isso que é um dos esportes que mais cresce no mundo.

O Stand Up Paddle hoje é uma febre entre os adoradores de esportes aquáticos, mas a prática comum do esporte não se limitou somente às ondas que quebram nas praias, surgindo diversas modalidades. Uma delas é o SUP Downwind que consiste em surfar ondas criadas pelo vento, uma prática muito peculiar e recheada de técnicas. Traduzido do inglês para o português, Downwind significa “na direção do vento”, mas na prática, as ondulações fazem a diversão ficar melhor, pois não há graça remar a favor do vento, se não há ondulações para surfar.

sup downwind

SUP downwind na Península Superior, Michigan

Outra modalidade interessante é o SUP Fishing praticado no verão em águas mais calmas e limpas, que proporcionam maior número de iscas (cardumes de pequenos peixes), em locais mais próximos a região costeira, que atraem peixes maiores, momento em que a diversão se torna uma remada forte cheia da adrenalina proporcionada pela pesca.

Também conhecida como SUP Wave, o SUP surfe consiste em descer as ondas em pé na prancha com o auxílio do remo. Pela sua dificuldade, ele possui menos praticantes no Brasil.

O SUP Remada é modalidade que mais cresce em águas brasileiras. Além de ser mais fácil de se equilibrar na prancha, ele pode ser praticado em lagoas, rios e mares com águas calmas. Sua prática consiste em ficar de pé em cima da prancha e remar pequenas ou grandes distâncias. O esporte possui várias categorias, como por exemplo o SUP Race, que necessita de pranchas especiais para que o surfista possa remar a favor do vento e da correnteza.

sup NaishSUPgroup

SUP em Boulder, Colorado

Mas a diversidade de modalidades não para por aí. Da união do SUP com a Yoga surgiu o SUP Yoga, que consiste na execução das posturas do Yoga em cima da prancha, sobre a água. Assim, o tapete passa a ser a prancha, e o estúdio de prática, a natureza ao redor com todos os seus elementos: o vento, a água do mar, o sol, os pássaros. Esse contato com a natureza revitaliza a o corpo e a mente, favorecendo o relaxamento e proporcionando tranquilidade mental.

Outra modalidade que se somou ao SUP é o SUP Pilates muito praticado no Rio de Janeiro e que agora também virou paixão em Florianópolis. O número de praticantes de Pilates vem crescendo a cada ano no Brasil e com esse crescimento, surgem novidades, que trazem cada vez mais desafios aos seus praticantes. Segundo o Professor de Educação Física Sandro Crepaldi, o SUP Pilates é praticado na água e em cima de pranchas de Stand Up, onde os desafios são aumentados e o trabalho e os benefícios para o corpo são potencializados ao máximo, pois ao praticar a modalidade, exige-se mais dos músculos estabilizadores, para que estes mantenham o equilíbrio do corpo enquanto se faz os movimentos de Pilates.

sup aiututaki

SUP em Aiututaki, Ilhas Cook

Apesar de parecer difícil, pessoas que nunca subiram em uma prancha podem praticar, pois a flutuabilidade é muito grande e a pessoa não precisa saber nadar, pois pode se fazer as aulas em lagos com pouca profundidade ou em piscinas. Além de muito divertido, proporciona o contato direto com a natureza e ao final da aula pode se refrescar dando um mergulho.

Portanto não há desculpa para não praticar um esporte que proporciona um contato tão diverso e divertido com a natureza. Simples assim: uma prancha, um remo e a natureza.

Leia também:

setaBRASIL É BICAMPEÃO MUNDIAL DE SURFE!!!

setaA MUDANÇA CLIMÁTICA PODERÁ ACABAR COM AS FAMOSAS ONDAS DO SURFE

setaSURFE SUSTENTÁVEL: EIS A PRIMEIRA PRANCHA FEITA DE ALGAS

Fonte foto capa: Jérémy Massière, campeão francês de SUP