Paraolimpíadas: Baka corre mais rápido que o ouro olímpico e bate recorde mundial

Adbellatif-Baka

Não foi uma simples corrida olímpica, mas sim um feito que ficará para sempre na história do esporte mundial. Adbellatif Baka, para-atleta argelino, ganhou o ouro na corrida paralímpica no Rio de Janeiro com um tempo de 3'48"29, rasgando os 3'50"00 com os quais o americano Matthew Centrowitz tinha conquistado o degrau mais alto do pódio, em agosto, na RIO 2016.

Baka, correndo na classe T13 (atletas com baixa visão), também estabeleceu um novo recorde mundial paraolímpico nos 1500 metros.

E Centrowitz não foi batido apenas por Baka, mas também pelos outros três primeiros atletas paraolímpicos que ultrapassaram a linha de chegada, o medalhista de prata, o etíope Tamiru Demisse (3'48"49), o bronze do Quênia, Henry Kirwa (3'49"59) e o quarto colocado, Fouad Baka da Argélia (3'49"84), irmão do vencedor.

baka medalha

Isso mostra que a Paralimpíada não é brincadeira mas sim uma competição de altíssimo rendimento, feito com atletas de elite, campeões dos campeões.

Viva o esporte! Parabéns Argélia! 

Mais sobre as Paralimpíadas:

A MULTISSESORIALIDADE DA ABERTURAS DOS JOGOS PARALÍMPICOS RIO 2016

VÊM AÍ OS PARALÍMPICOS GUERREIROS NA RIO 2016