A fala das crianças: como identificar possíveis problemas no desenvolvimento da linguagem

  • atualizado: 
A fala das crianças

O processo de aquisição da linguagem é um dos mais esperados pelos pais, e também dos mais complexos. Imagine que a criança precisa "entender" algo que é altamente simbólico, vasto e cheio de "regrinhas". No entanto, elas aprendem. Cedo ou tarde, principalmente por causa dos estímulos que recebem, as crianças começam a balbuciar, depois aprendem uma ou duas palavras, que, posteriormente, transformam-se em frases, até que, por volta dos 5 anos, o pequeno já está falando tudo e muito bem. Para saber se está tudo bem no desenvolvimento da linguagem, é importante que os pais acompanhem os principais marcos e saibam identificar potenciais problemas.

Acompanhem o nosso conteúdo:

1. Marcos da linguagem

Cada criança é única, no entanto existem alguns marcos da linguagem, que mostram que está indo tudo bem no desenvolvimento da linguagem.

São elas:

  • Entre 0 e 3 – A criança faz vocalizações, repetindo vogais e fazendo sons guturais;
  • Entre 3 e 6 meses – A criança começa a balbuciar;
  • Entre 6 e 9 meses – Ela já é capaz de responder, quando chamada, e repetir sons para escutá-los;
  • Até 12 meses – Já compreende algumas palavras e ordens simples;
  • Entre 1 ano e 1 ano em meio – Surgem as primeiras palavras;
  • Até os 2 anos – A criança já sabe falar palavras simples;
  • Entre 2 e 3 anos – A criança já usa frases curtas e entende conceitos como "alto", "baixo" e consegue manter uma conversa;
  • A partir de 5 anos – A aquisição de linguagem está praticamente completa.

2. Como identificar que a criança tem problema de fala

Caso os pais notem que o bebê não reage a sons fortes, tem dificuldade de sucção na amamentação, e, posteriormente, não consegue responder a ordens simples, é importante marcar uma consulta com um fonoaudiólogo para investigar possíveis problemas.

Problemas de fala podem ser sintomas de outros problemas. O Autismo e a Síndrome de Asperger por exemplo, estão ligados à dificuldades de interação social e de comunicação da criança. Não tenha medo de verificar as causas pois quanto antes se sabe destes diagnósticos, melhores são as chances de tratamento.

Um outro problema que poderia configurar problemas de fala são os distúrbios auditivos, que atrapalham o bom desenvolvimento da linguagem e aqui também devem ser descobertos o quanto antes, para iniciar o tratamento.

Crianças que têm uma fala difícil de entender também precisam de uma atenção especial, pois tais sinais podem indicar problemas auditivos.

No caso da amamentação, bebês com língua presa, tendem a ter, inclusive, dificuldades para ganhar peso e crescer de modo adequado.

Antes mesmo da criança começar a falar, é essencial prestar atenção também se ela é comunicativa, se consegue responder a terceiros, se cria "narrativas" nas brincadeiras dela. Esses sinais mostram que, mesmo que o pequeno ainda não fale, está adquirindo o conceito de linguagem e se desenvolvendo adequadamente.

Talvez te interesse ler também:

MARCOS DO DESENVOLVIMENTO INFANTIL – DO NASCIMENTO AOS 5 ANOS DE IDADE

A FASE DOS PORQUÊS – A CRIANÇA DE 4 ANOS

CRIANÇA VEGANA: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL OU LOUCURA DOS PAIS?

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!