O exemplo britânico para combater o bullying e as drogas

  • atualizado: 
bullying em escola

Todo mundo que já passou pela escola sabe que o bullying é uma constante triste na vida de muitos alunos. Uma pesquisa feita em 2016 pelas Organizações das Nações Unidas (ONU) mostrou, por exemplo, que de 100 mil crianças e jovens de 18 países, metade deles sofreu algum tipo de bullying.

Tão grave quanto isso é o abuso de drogas nessa faixa etária, que desvia os jovens de futuros que poderiam ser promissores. Pensando nesses dois fatores a Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres e a Universidade College London desenvolveram um projeto para combater o bullying e uso de drogas nas escolas.

A intervenção ficou conhecida como "Learning Together (Aprendendo Juntos)", e contou com participação de 20 escolas participantes e outras 20 para fazer o comparativo de controle sobre o projeto.

Todos os colaboradores receberam treinamento, manual escrito e orientação externa. O custo total foi de 290 reais por aluno, o que é considerado barato para os padrões do Reino Unido. A ideia da ação era minimizar comportamentos de risco, como uso de drogas, cigarro e álcool.

O projeto usou três abordagens:

  • o envolvimento integral da escola, não somente tratando do assunto em uma disciplina específica;
  • a orientação e educação social e emocional para que os alunos soubessem administrar as próprias emoções e se relacionar com os outros colegas;
  • e a última visando uma comunicação entre agressor e vítima, principalmente para que o primeiro entendesse a gravidade do seu comportamento e as consequências dele.

O resultado foi que os alunos das escolas que aderiram ao projeto apresentaram taxas menores de tabagismo (16% em comparação com 23% das outras escolas), uso de drogas ilícitas (7% contra 11%) e de álcool (38% contra 44%).

Os alunos das escolas participantes da intervenção apresentaram menor incidência de assédio moral e maior sensação de bem-estar.

Esse exemplo pode servir para que outras unidades de ensino, no mundo inteiro, pensem formas de lidar com esses problemas graves que são o bullying e o uso de drogas, fazendo aquilo que a escola tem de melhor a fazer: orientando os alunos para o mundo.

Talvez te interesse ler também:

O MÉTODO FINLANDÊS QUE ESTÁ ACABANDO COM O BULLYING E SENDO EXPORTADO AO MUNDO TODO

KEATON: O GAROTO VÍTIMA DE BULLYING QUE NOS DÁ UMA EMOCIONANTE LIÇÃO DE VIDA

INTERNET SEGURA: UM MINIGUIA PARA PROTEGER AS CRIANÇAS DA REDE

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!