Crianças: 1 hora de exposição aos eletrônicos significa menos 15 minutos de sono

  • atualizado: 
exposição aos eletrônicos

É inevitável. Com essa gama de aparelhos eletrônicos cada vez mais modernos, fica bem complicado para os pais evitarem que seus filhos tenham contato com esses produtos. A culpa recai sobre a modernidade: os adultos usam muito tais aparelhos, tendo em vista as facilidades que eles trazem. Mas isso costuma significar que as crianças – que se guiam pelo exemplo – também têm usado muito esses recursos. Agora um novo achado: crianças pequenas que usam aparelhos eletrônicos, tablets, smartphones, dormem menos.

O estudo é da Birkbeck, que faz parte da Universidade de Londres, e foi divulgado na Scientific Reports.

Mais eletrônicos = Menos sono

O estudo descobriu, por meio de um levantamento feito com 715 pais de crianças com até três anos, que cada hora que os pequenos ficam expostos às telas diminui em 15 minutos o tempo de sono.

Parece pouco, mas todo mundo sabe que crianças têm ficado cada vez mais tempo em frente às telinhas, seja explorando um novo aplicativo de jogo ou acompanhando o personagem favorito na TV. Elas estão por dentro das novas tecnologias e parecem já nascer sabendo direitinho como funciona um mouse ou uma tela Touch Screen.

O fato é que essa diminuição de sono pode ser um problema na vida delas por um motivo simples: elas precisam dormir – e muito.

Os males da falta de sono para as crianças

Uma criança que não dorme bem está mais propensa a ter problemas de atenção e de memória, por exemplo. Isso por que é durante o sono que o cérebro reorganiza as conexões, arquiva informações e consolida as memórias.

É possível também que a criança sofra mais de desvios de humor, problemas metabólicos - incluindo obesidade e diabetes – doenças gastrintestinais e baixa imunidade. Além disso, elas podem ser afetadas por problemas de crescimento, tendo em vista que é durante o sono que o hormônio do crescimento é produzido.

Leia mais: A OBESIDADE INFANTIL SE COMBATE DORMINDO MAIS

O impacto da tecnologia na saúde

Os pesquisadores, no entanto, ressaltam: a Ciência ainda sabe muito pouco sobre os impactos das tecnologias na saúde das pessoas, tendo em vista que essa é ainda uma novidade no mundo.

Leia mais: FRANÇA RECONHECE O PROBLEMA DA HIPERSENSIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA

No entanto, a recomendação deles é a de que os pais evitem que a criança fique exposta aos aparelhos eletrônicos perto da hora de dormir, e estimulem os pequenos a praticarem atividades físicas, a fim de evitar o sedentarismo, a obesidade e outras doenças relacionadas.

Por isso, já sabe: começou a escurecer, é hora de fazer a criançada ficar offline até o dia seguinte, pelo menos.

Leia mais: POR QUE CRIANÇA DEVE IR PARA CAMA CEDO?

Leia mais sobre crianças:

WI-FI É UM PERIGO, TOME PROVIDÊNCIAS

CRIANÇA NÃO NAMORA, NEM DE BRINCADEIRA: CHEGA DE EROTIZAÇÃO INFANTIL!

DA ERA DA SINCERIDADE, O "ODEIO CRIANÇAS", TAMBÉM FAZ PARTE