Como o uso de eletrônicos interfere no desenvolvimento das crianças?

crianças-games

Crianças que usam aparelhos eletrônicos, sem o auxílio dos pais, e deixam de brincar, ou brincam pouco, podem ter o desenvolvimento comprometido. É o que afirma uma pesquisa realizada pela Faculdade de Educação da Unicamp, em Campinas (SP).

Segundo o G1, o estudo foi feito com meninas e meninos entre 8 e 12 anos de idade expostos, pelo período de quatro a seis horas, a telas de computadores, tablets, celulares e videogames.

Na opinião da pedagoga e pesquisadora Ana Lúcia Pinto de Camargo Meneghel, as crianças que ficam muito tempo em contato com eletrônicos geralmente não brincam e não têm rotina, causas que afetam o desenvolvimento cognitivo delas.

Das crianças que participaram do experimento, apenas uma, de 12 anos, conseguiu construir noções elementares de lógica, que são noções matemáticas e espaciais ensinadas na escola.

criancas ipads

Ana Lúcia não condena o uso de eletrônicos em si, mas o que a pesquisa aponta é que a falta de brincadeiras fora do espaço virtual compromete a criatividade e a sociabilidade. "O mais importante é eles brincarem. Num parquinho, na piscina, na escola. Precisa oferecer para essas crianças atividades criativas. Atividades que eu vou buscar, que eu tenha curiosidade". explica a pesquisadora.

bb ipad

As crianças entrevistas pela pesquisa afirmaram que, em casa, existem, pelo menos, quatro aparelhos eletrônicos à disposição e que os pais não as deixam brincar na rua por motivo de insegurança. Das 21 crianças, 14 disseram que não realizam nenhuma atividade física. As crianças também não souberam descrever a sua rotina quando estão fora da escola

Isso demonstra que as crianças que não brincam e passam horas diante de aparelhos eletrônicos apresentam dificuldade para organizar o pensamento.

meninas eletronicos

Mesmo que você more em uma grande cidade e fique preocupado em deixar o seu filho brincar na rua, existem várias espaços de convívio, como praças e museus. No mais, é importante que as crianças façam uma atividade física regular.

Existem, também, muitas opções de cursos que desenvolvem habilidades motoras e criativas que o seu filho pode ter incorporadas à rotina dele. Além disso, você pode brincar, em casa, com o seu filho, e ele pode ter uma biblioteca e brinquedos lúdicos para brincar, além dos joguinhos de computador.

São os pais  os responsáveis por organizar uma rotina na qual a criança seja estimulada.

Leia mais sobre a importância das brincadeiras para as crianças:

DIA DE APRENDER BRINCANDO: VAMOS REPENSAR NOSSAS PRÁTICAS DE ENSINO?

CRIANÇAS BRINCAM LIVREMENTE CADA VEZ MENOS

BRINCADEIRAS DE RUA: VÍDEO VIRA HIT E FAZ PENSAR

FILME BRASILEIRO MOSTRA QUE BRINCANDO SE APRENDE A VIVER