Na faixa: 10 motivos para levar o bebê no colo

faixa bebe

Canguru, marsúpio, wrap sling, babywearing, bolsa bebê, tantos nomes, e algumas diferenças de modelos, para designar o modo mais simples de todos para carregar os bebês: a faixa. Mas quais seriam as vantagens, os benefícios e as motivações mais importantes para fazer essa escolha? Vejamos!

1. É cômodo

De acordo com o The Natural Child Project, uma das maiores vantagens de carregar as crianças na faixa é a comodidade. As mães e os pais com o bebê na faixa pode andar e movimentar-se livremente, ao contrário do carrinho que pode ser um trambolho em diversas ocasiões: subir e descer escadas, subir e descer do ônibus, passear na areia da praia, etc.

2. Ajuda o desenvolvimento da criança

Quando o bebê está perto da mãe, ele segue o ritmo de seus batimentos cardíacos e sua respiração, além de seus movimentos. Este estímulo ajuda a criança a ajustar suas respostas físicas e exercer o seu sistema vestibular, que controla o equilíbrio. A faixa ajuda a criar um "útero de transição" para a criança, que ainda não aprendeu a controlar todas as suas funções e movimentos vitais. 

3. Deixa os bebês mais felizes

De acordo com alguns estudos, carregar as crianças no colo ajuda a deixá-las mais felizes. O contato direto com a mãe e o pai diminui choros e manhas. Nas culturas onde carregar as crianças consigo é a norma, as crianças choram menos, em contraste com o que acontece no Ocidente, onde, infelizmente, longe dos pais, as crianças choram por horas e desperdiçam a energia que devem manter para aprender sobre o ambiente em que se encontram, e para observarem o mundo ao seu redor.

4. É saudável para os pais

Levar as crianças na faixa é saudável para os pais, especialmente às mães que têm pouco tempo para se dedicarem a si mesmas e ao exercício físico. Com o bebê na faixa é mais fácil sair para um passeio ao parque e se mover mais durante o dia, especialmente nos primeiros meses após o nascimento.

5. Protege melhor as crianças

As crianças precisam de proteção e o gesto de levá-las na faixa, fazem com que se sintam mais seguras. A faixa pode ser um refúgio seguro também para os bebês um pouco maiores, que já estão aprendendo a engatinhar. Depois de algum tempo a explorar o mundo, eles sabem que podem voltar para mãe e recuperar o senso de segurança que necessitam.

6. Ajuda a comunicação

Com a faixa, por causa da proximidade, é mais fácil para o bebê se comunicar com a mãe e com o pai quando se sentem cansados, com fome ou quando é hora de trocar a fralda. Assim, também para os pais a comunicação fica mais fácil e estes passam a entender melhor os seus pequeninos.

7. Criar vínculos com avós e babás

Levar o bebê na faixa ajuda a criar laços mais profundos, não só com a mãe e o pai, mas também com os avós, com a babá, com os profissionais de saúde e aqueles que trabalham com a criança. Os movimentos e as batidas do coração das pessoas que levam os pequenos na faixa, os tranquiliza e os ajuda a se acalmarem. Juntamente com a voz, a aproximação também ajuda as crianças a aprenderem mais sobre as pessoas que vivem com elas.

8. Faz com que as crianças se sintam mais seguras

Faixas - e, como vimos, marsúpio, cangurus etc - são, provavelmente, o lugar onde a criança se sente mais segura, depois do útero da mãe.

9. Custa menos que os carrinhos

As faixas custam bem menos que os carrinhos e nada impede que os pais alternem os meios para carregar os seus filhos. Mas a própria necessidade de economizar, poderia levar pais e filhos a esta aproximação fisica que a faixa proporciona, principalmente nos primeiros meses de vida, onde o sentir-se seguro é fundamental para o bom desenvolvimento da criança, e o seu peso é tranquilamente suportável. As faixas geralmente são resistentes e podem ser utilizadas por um longo tempo, diariamente, durante até um ano ou mais, dependendo do peso da criança e da força de quem a carrega.

10. Divertido

Levar as crianças na faixa é divertido e prático pois é sempre fácil fazer um carinho no bebê que está pertinho. É divertido também para a criança, que estando mais perto da face dos adultos, tende a interagir melhor com eles.

Fonte foto: thelittleslingcompany.com

Leia também: 10 jogos e móveis para crianças, segundo o método Montessori