O que aprendemos com os gringos nessa Copa?

que aprendemos com os gringos nessa Copa?

A Copa vai se despedindo e a gente já fica com saudade e quer abraçar e agradecer a todos os estrangeiros que aqui vieram prestigiar a maior festa do futebol.

Nós adoramos os gringos e os gringos adoraram a gente. Isso não tem a ver com o fato de sermos pobres e querermos ver como são os ricos. Tem a ver com o que a Copa, na verdade, trouxe para a gente como um de seus principais legados: o intercâmbio cultural.

O G1 listou o que os estrangeiros notaram de diferente e se surpreenderam com a gente: desde a alegria de viver à organização do evento, para o nosso alívio, o que nos faz pensar que lá fora a vida nas cidades não deve ser tão organizada como imaginamos. Coisas notoriamente chatas que cometemos sempre, como estarmos sempre atrasados, inclusive as obras mostraram isso, também foram descritas pelos turistas.

E o que nós aprendemos com os gringos?

Quem teve a oportunidade de dividir a arquibancada das arenas ou que mora em uma cidade-sede, pode contar para nós o que achou dos estrangeiros, deixando abaixo seu comentário.

Nós listamos algumas coisas legais, e outras nem tanto, que os gringos nos mostraram:

* a impressão que tivemos é que em matéria de educação e civilidade a taça ficou com os japoneses que limparam as arquibancadas ao saírem do estádio.

* os alemães também deram uma força para o meio ambiente recolhendo o lixo da praia de Copacabana, coisa que nós sempre pensamos: depois virão os garis limparem.

* australianos arregaçaram as mangas e pintaram escolas em Curitiba, dando um exemplo de participação social na vida em comunidade.

* seleção argelina doou TODA a premiação que recebeu da Copa para os palestinos na faixa de Gaza.

* federação alemã doou 10 mil euros aos índios pataxós (que vivem em sua maioria na Terra Indígena Barra Velha do Monte Pascoal, ao sul de Porto Seguro)

* prostitutas de Fortaleza se decepcionaram com os gringos. Faltou gentileza, educação, higiene e até mesmo dinheiro, reclamaram as garotas.

* algumas mulheres brasileiras também reclamaram do assédio nada educado dos gringos que vieram para Copa.

* argentinos fizeram uma brincadeira de muito mal gosto levando uma espinha dorsal de plástico para o estádio, em referência ao acidente ocorrido com Neymar.

E assim vamos nos despedindo desse Mundial esperando que para as Olimpíadas estejamos ainda melhores e mais preparados para o intercâmbio cultural que eventos como estes trazem, principalmente quando não podemos viajar para o exterior. Pelo menos uma coisa boa, vocês não acham?