"Chocking game", o desafio do desmaio: vamos parar com isso

  • atualizado: 
games

A morte de um adolescente de 13 anos, no interior de São Paulo, além de chocar a todos, deve nos levar à reflexão. A causa da morte do jovem é uma "novidade" chamada "chocking game".

De acordo com a família do menino, ele gostava de jogos on line, como é bastante comum nessa faixa etária. Entretanto, o rapaz foi desafiado por colegas após ter perdido uma partida. Acontece que ele não só perdeu uma partida, mas também a vida.

O jovem foi encontrado com uma corda no pescoço em um quarto onde havia um computador em conexão com mais quatro jogadores adolescentes. Todos eles estão sendo investigados pela polícia, já que a cena parece ter acontecido em tempo real.

A prática, extremamente perigosa, é considerada um "desafio" chamado "Choking Game", ou o "jogo do desmaio". O Choking Game se viralizou pela internet através de vários vídeos que exibem a "brincadeira", que consiste em diminuir a quantidade de sangue no cérebro até a pessoa desmaiar, segundo conta o G1.

O problema é que a "brincadeira" pode levar a pessoa à morte, sobretudo, se ela tiver alguma pré-disposição, aumentando o risco de uma parada cardíaca e de sequelas graves.

Infelizmente, muitos adolescentes se sujeitam a passar por esses "tipos de brincadeiras" para se afirmarem perante um grupo e para testarem os seus próprios limites. Mas é preciso olhar com cuidado esse triste caso para que sirva de alerta para muitos pais e adolescentes.

Como evitar acidentes como o "chocking game"?

1. Converse sempre com o seu filho sobre os perigos da vida off line e da vida on line. Muitos adolescentes não têm noção do perigo escondido por trás destes jogos.

2. Esteja presente na vida do seu filho para saber quais são os seus desejos e medos. Demonstre amor, afeto e cuidado sempre.

3. Monitore, vigie a vida do teu filho, isso pode ser feito de forma não invasiva e sim carinhosa, cuidadosa, por exemplo, tirando o computador do quarto e colocando-o em um lugar acessível a todos (sala, cozinha).

4. Fique atento aos sinais (marcas no pescoço, olhos vermelhos/irritados, usar camisas de gola alta, ter cintos, cordas, coleiras no quarto, podem ser um dos sinais de que a criança/adolescente esteja participando deste jogo que mesmo se não causar morte, pode danificar o cérebro de algum modo, pela falta de oxigenação que a brincadeira induz).

5. Incentive teu filho a praticar esportes pois os esportes requerem, na maioria das vezes, desafios reais, superação de limites, aceitação em grupo, tudo o que os adolescentes, naturalmente, procuram para se autoafirmarem como pessoas. Além disso, esportes requerem dedicação, o que pode ajudar a manter os adolescentes longe das drogas, dos games e de outras coisas insalubres ou que lhes possam causar mal.

6. Incentive-o a a fazer atividades ao ar livre, para que ele não tenha apenas como atividade estar em frente ao computador.

7. Incentive-o a exercer a criatividade com atividades artísticas, como tocar um instrumento, fazer teatro ou desenhar, atividades estas que também podem ajudar os adolescentes a se expressarem e a se socializarem de forma saudável, inteligente.

8. Incentive-o a ter amigos reais, relações reais e não virtuais. Convide a garotada para jogar em casa, por exemplo, jogos de tabuleiro que fazem super bem ao cérebro, são divertidos e socializam.

Um outro alerta

Não é apenas este jogo, o choking game, que gira na internet como um desafio para os jovens. Infelizmente existe ali um terreno fértil para que este tipo de coisa se espalhe, e a tendência é a de sempre aparecer mais uma novidade na rede. Neste link do instituto Dimicuida, que fora criado após um jovem de 16 anos perder a vida praticando o jogo do desmaio, você poderá ter mais informações sobre este problema.

"Chocking game", o desafio do desmaio: vamos parar com isso!!!

Especialmente indicado para você:

COMO ENVOLVER A CRIANÇA NA ATIVIDADE FÍSICA?

USAR O SMARTPHONE À MESA AUMENTA O RISCO DE DISTÚRBIOS ALIMENTARES