11 de outubro: Dia Internacional da Menina

dia-internacional-da-menina

É uma data recente, fora criada pela ONU em 2012, no dia 11 de outubro para celebrar os progressos e fortalecer a luta na promoção dos direitos das meninas e mulheres adolescentes.

Se você entende que a mulher ainda sofre por desigualdade de gênero em uma sociedade, mundial, que “normalmente” valoriza o sexo masculino, pois lhe paga maiores salários, lhe oferece melhores oportunidades, etc, imagine como vivem estas desigualdades muitas das nossas meninas mas principalmente em lugares do mundo onde infelizmente os direitos humanos não são considerados como de suma e primordial importância.

Estas diferenças incluem “o acesso e o direito à educação, à nutrição, aos direitos legais e a cuidados médicos, a proteção contra discriminação, violência e casamento infantil forçado”.

A data pretende criar e ampliar a conscientização para tais problemas e partiu de uma campanha denominada Because I Am a Girl, promovida pela ONG Plan International. A ideia é empoderar as futuras mulheres através da educação.

O tema este ano é, em livre tradução, “Progresso das meninas = Progresso dos Objetivos: dados sobre a situação mundial das meninas”.

Para que possamos alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, é essencial enfrentar os problemas que impedem as meninas de progredirem. E entre estes problemas, um dos mais alarmantes é o casamento infantil.

* 700 milhões de mulheres hoje se casaram antes dos 18 anos. Entre estas, 1/3, antes dos 15 anos!!

* As meninas pobres tem 2,5 vezes mais probabilidades de se casarem durante a infância do que as meninas mais abastadas.

* O problema do casamento infantil é que geralmente ele implica no fim da educação e nos riscos maiores de as meninas sofrerem violência por parte do companheiro/marido.

Veja aqui o site oficial da campanha e use a hashtag #dayofthegirl para ajudar a divulgar esta data tão importante para o futuro delas, as nossas meninas de hoje, mulheres amanhã, pessoas com direitos e possibilidades como todo e qualquer cidadão.

Leia mais sobre meninas:

CHEGA DE MENINAS NOIVAS: ZIMBÁBUE PROÍBE CASAMENTO AOS MENORES

O DRAMA DAS NOIVAS-CRIANÇAS SEM DIREITOS (FOTOS)

KRITI BHARTI: A MULHER CORAJOSA QUE IMPEDIU 900 CASAMENTOS INFANTIS NA ÍNDIA

KANDAPARA: O PROSTÍBULO DE MENINAS EM BANGLADESH (FOTOS)

ABORTO DE MENINAS NA ÍNDIA

VIDAS DESTRUÍDAS: NIGERIANAS, ESCRAVAS MODERNAS DA PROSTITUIÇÃO