Dia dos pais: o que fazer quando o papai for ausente

Dia-dos-pais-2016

14 de agosto é o Dia dos Pais 2016 e, como em todos os outros anos, muitas crianças estarão preparando festas, presentes, etc, enquanto outras poderão ter dificuldades nesta ocasião devido à ausência do pai. Mas para quase todos os problemas, existem soluções.

Vamos tentar sugerir algumas ideias para celebrar o Dia dos Pais, mesmo quando o pai não estiver presente por várias razões. Em alguns casos, pode-se tentar superar as distâncias ou os mal-entendidos, enquanto em outras situações, os adultos devem ajudar as crianças a aproveitar um dia que pode ter um significado muito triste para elas.

Aqui então vão algumas dicas para comemorar o Dia dos Pais, mesmo quando o pai estiver ausente.

O que fazer quando os pais forem separados

Os pais separados ou divorciados devem se esforçar para chegar a um acordo e permitir que seus filhos passem o tempo com o pai em ocasião deste dia de festa. Claro, tudo depende da disponibilidade do pai e dos verdadeiros desejos dos filhos, coisa que os pais devem sempre levar em consideração.

Às vezes existem situações delicadas ou bastante complicadas. Nestes casos, os pais devem administrá-las da melhor maneira possível para evitar que os problemas dos adultos tenham um efeito negativo sobre as crianças.

Papai ausente por distância física

E se o papai estiver viajando por motivo profissional ou estiver temporariamente vivendo em outra cidade? Nestes casos dá para se organizar, mesmo considerando a distância, que se não for muito grande dá para marcar um encontro no meio do caminho. Existem papais que estão presos e nesta situação a mãe poderia considerar de fazer uma visita especial com a criança. Mas existem casos e casos.

Já se as distâncias forem realmente um impedimento para um encontro pessoal, dá para fazer uso da tecnologia e marcar uma saudação via Skype, FaceTime, ou mesmo fazer e mandar um belo vídeo surpresa para desejar tudo de melhor ao querido papai.

Presentes e ideias

Ajude ou incentive o filho (a) a fazer com suas próprias mãozinhas um cartão todo especial ao papai. Coisas feitas por nós sempre têm mais valor. Uma outra ideia é fazer um porta-retrato artesanal e personalizado, talvez reutilizando materiais para colocar uma foto dos dois, pai e filho, juntos. Outra ideia bacana é presentear ingressos para cinema, teatro, partida de futebol ou um evento que possa agradar a todos, pai e filhos (as)

O que fazer quando o pai se foi para sempre

É a situação mais delicada. As crianças podem se sentir particularmente tristes neste dia, especialmente vendo os amigos comemorarando e passando um dia especial na companhia de seus pais.

O Dia dos Pais pode ser uma oportunidade para dar espaço às memórias, mas também para ventilar a tristeza e a melancolia, lembrando-se de qualquer modo, das coisas boas que a vida oferece, apesar da ausência do pai. Nesta questão delicada fica difícil dar um conselho porque cada caso é um caso. Os parentes devem tentar ter a sensibilidade de escolher a melhor opção para a criança que vai desde a uma visita ao cemitério a um passeio descontraído em que o pai, se estivesse vivo, gostaria de ter participado, e lhe render uma homenagem de qualquer forma alegre. O importante, mais uma vez, é não forçar a barra e entender, ou tentar entender, a vontade da própria criança.

Pai que não reconheceu o filho

Uma outra situação muito delicada e infelizmente comum. Neste caso, se for próprio necessário comemorar a data por causa da escola, dos amigos, etc, principalmente porque a criança pede explicações sobre o tema, talvez seja o caso de comemorar um segundo dia das mães, dos avós enfim, daqueles que fazem o papel do pai ausente. Existem muitas formas de família hoje em dia e na verdade precisamos falar sobre isso porque a diversidade faz parte da vida e não significa necessariamente uma coisa negativa.

Para preservar a integridade do filho, um conselho que acreditamos ser útil, mas lembrando que caso é um caso, e  muitos casos são tratados com psicoterapia, é que falar mal do pai talvez seja a pior coisa a ser feita. Disseminar ódio e rancor não é um bom conselho. Mesmo mentindo, talvez seja mais útil para a psiquê da criança amenizar a ausência do pai e não fazê-la mais pesada com adjetivos que contam sobre uma pessoa má, inútil, idiota etc.

No fundo, a data é muito comercial e o importante é fazer da ocasião uma oportunidade para agradecer e demonstrar amor ao pai ou à quem cumpre, de um modo ou de outro, este papel. Feliz Dia dos Pais 2016 :)

Especialmente indicado para você:

DIA DOS PAIS 2015: OS 5 MELHORES PAIS DO REINO ANIMAL