A importância das avós na família e no crescimento das crianças

Avós

O papel das avós na família é muito importante para o crescimento dos netos e muito mais. De acordo com especialistas da Universidade de Cambridge, as mulheres vivem por muito mais tempo, depois de terem já ultrapassado seus anos férteis, para ajudar a aumentar as chances de sobrevivência de seus netos e das gerações futuras.

Tanto a avó materna quanto a paterna desempenham um papel insubstituível quando elas podem estar presentes na família e passar um tempo com seus netos, pois são ligadas à estes não apenas genética mas também afetivamente.

Desde os últimos séculos, as mulheres mais velhas da família sempre desempenharam o papel de ajudar a disponibilizar comida, e tudo o mais necessário, para os filhos de seus filhos. Com a ajuda das avós, os novos pais podiam ter uma família maior, onde é necessário cuidar de várias crianças ao mesmo tempo.

Relativamente ao papel das avós, os pesquisadores desenvolveram muitas diferentes teorias e modelos matemáticos. Parece que são propriamente as avós as responsáveis pela garantia do patrimônio genético da longevidade, especialmente quando se trata de mulheres que têm boa saúde.

De acordo com os especialistas, embora hoje em dia pensemos que a duração da vida aumentou graças às melhores condições sanitárias, a participação das avós não deve ser subestimada e seu papel na sociedade moderna continua a ser fundamental.

Se a ciência confirmou a importância do papel das avós na família, o que podemos dizer sobre a sua presença para os seus netos em termos afetivos e emocionais? Em nossa sociedade, as avós desempenham o papel de conservar as memórias e de transmitir sabedoria e bons conselhos.

As avós que cuidam de seus netos quando os pais são ausentes ou ocupados, muitas vezes desempenham um papel decisivo no crescimento e na educação das crianças. Mas além dos casos individuais, o papel dos avós, em geral, e o papel dos pais, em particular, devem sempre permanecerem distintos.

É normal o papel da vovó ou do vovô que deixa o neto fazer tudo em contrapartida aos pais mais severos, que procuram ensinar os bons modos aos filhos. Com a chegada de um neto, a relação entre pais e filhos se modifica e cada membro se vê na situação de repensar seu papel dentro da família.

Às vezes a gente sabe que surgem desavenças justamente no desempenhar desses papeis mas, tendo em vista estas considerações, que tal repensarmos e valorizarmos estes personagens tão importantes em nossas vidas?

Ter um avô, uma avó a quem amar deve ser tão gostoso quanto ter um neto ou uma neta a quem ensinar amor. Um ciclo necessário e quem nem todo mundo tem a oportunidade de vivenciar.

Leia também:

RECEITAS DA VOVÓ: REMÉDIOS CASEIROS QUE FUNCIONAM

VOVÓ ECOLÓGICA: 10 DICAS DE SUSTENTABILIDADE QUE NOSSAS AVÓS USAVAM

10 BONS HÁBITOS QUE DEVEMOS APRENDER COM NOSSOS AVÓS