10 dicas para um 2015 verdadeiramente verde 

dicas para um 2015 verde

Ser "verde" significa, antes de tudo, um compromisso diário. Afinal, são as melhores práticas que nos permitem construir diariamente um estilo de vida ecossustentável e, se você não sabe por onde começar, aqui vão alguns pequenos conselhos para um ano com tons mais verdes, para fazer um 2015 mais favorável para nós e para o ambiente que nos rodeia.

1. Menos carne, mais leguminosas

Se virar vegetariano parece difícil e ser vegano para você é coisa de outro mundo, que tal conhecer a dieta demetariana? Reduzir o consumo de carne te levaria a um menor consumo de proteína animal, com um grande benefício para a saúde, mas também para o meio ambiente, porque a indústria da pecuária é uma das principais causas da poluição. E não se preocupe com as proteínas, elas estão presentes nas leguminosas e em tantos outros alimentos.

Leia também: Nem vegetariano nem carnívoro, ou seja, demetariano

2. Escolha produtos Km 0

Prefira produtos locais, o famoso alimento km 0. O ambiente vai agradecer, pois reduzir o movimento do alimento também leva a uma redução da emissão de dióxido de carbono via transporte de mercadorias. Além disso, seja qual for sua dieta, tente comer alimentos da estação. São mais disponíveis e mais baratos.

Leia também: Janeiro 2015: alimentos da estação

3. Jardinagem é bom

Cultive um jardim! Muitos "verdes" investem nessa ideia que relaxa os nervos e permite que você coma realmente orgânico: sem pesticidas ou produtos químicos. Um passatempo muito bom e útil, e se você tiver problemas com espaço, em nosso site você encontra várias ideias para cultivar sua horta até mesmo em apartamentos. Além disso, você pode começar a usar o excelente adubo...que você mesmo faz usando a compostagem caseira.

Leia também: Dicas para o cultivo de ervas aromáticas na varanda de casa

4. Reduza o consumo

Consumir menos não é viver pior. Aprendamos a reduzir o consumo: este é um imperativo aplicável à alimentação, ao vestuário, aos objetos diários. E um "muito obrigado" não só da sua carteira, mas também do meio ambiente. Conheça a história de pessoas que desapegaram e inspire-se a reduzir.

Leia também: Mais da metade dos brasileiros compram por impulso

5. De olho no desperdício

A água é um bem precioso, um recurso essencial e para protegê-lo, bastam algumas regras simples:

* Instale um chuveiro de baixo fluxo ou um dispositivo que reduza o fluxo das torneiras;

* Cultive apenas plantas locais que não tenham grande necessidade de água;

* Verifique as vedações das torneiras, evitando vazamentos de água;

* Feche a torneira enquanto escovar os dentes;

* Ensaboe as louças primeiro e com a torneira fechada, e depois enxágue, tentando não desperdiçar muita água.

E atenção para o desperdício de alimentos que, pode chegar a até 1.5 milhões de toneladas em apenas um país. Isso é equivalente a um valor de mercado de R$ 12.000.000.000 que acabam no lixo. E então vamos tentar fazer a nossa pequena contribuição para limitá-lo ao máximo. Além disso, recicle, tanto quanto possível, as sobras com receitas saborosas e originais. Basta um pouco de imaginação e desejo de redescobrir velhas práticas e transformá-las.

Leia também: Deliciosas receitas para fazer com sobras de macarrão

6. Poupe energia

Pequenos truques que, para muitos, podem parecer supérfluos, permitem fazer economias significativas de energia.

Coisas triviais como desligar as luzes quando sair de uma sala ou desligar aparelhos elétricos do modo de espera pode realmente ajudar: a TV ligada em modo de espera gera uma energia igual a 80% em relação ao que é produzida durante o uso.

Leia também: Energia: saiba como poupar no bolso os recursos naturais

7. Mexa-se

Deixe o seu carro em casa e economize gasolina. Ir a pé, de bicicleta ou de transportes coletivos para o trabalho poupa combustível e estacionamento, melhora a saúde cardiovascular e reduz o risco de obesidade.

Leia também: Ir para o trabalho caminhando ou pedalando melhora a saúde mental

8. Recicle e reutilize

Pode parecer desnecessário falar, mas mesmo sabendo sobre a crise do lixo, constata-se que a reciclagem e a reutilização infelizmente ainda não estão na ordem do dia. Por isso mesmo, greenMe dedica um amplo espaço para este tópico, que pode ser divertido e extremamente criativo. Se você tem filhos, pode ser uma grande oficina criativa para eles e vai servir a ensiná-los que nem sempre os brinquedos mais caros são os mais divertidos e agradáveis.

Leia também: Como reaproveitar o rolo de papel higiênico

9. Animais Verdes

Se você está querendo ter um cão ou um gato, não compre, mas adote-os. Há milhares de animais de todas as idades e raças que esperam por você.

10. Mais a granel, menos embalagens

Finalmente, não se esqueça de que antes da reciclagem a da reutilização, seria melhor mesmo reduzir o lixo. Tente incorporar a ideia da ecobag para sua vida e dê adeus às sacolinhas plásticas dos supermercados.

Leia também: 5 motivos para não comprar saladas embaladas

E um feliz 2015...que este seja realmente um ano mais verde para todos nós!