Mostra Ecofalante no Rio de Janeiro! 59 filmes de 18 países. GRÁTIS

  • atualizado: 
Ecofalante

Está chegando mais uma edição itinerante da Mostra Ecofalante de Cinema!

A Mostra Ecofalante de Cinema é o principal evento audiovisual sobre a temática socioambiental. Ela vai acontecer de 11 a 23 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro (CCBB-RJ).

Os 59 filmes participantes da mostra, originários de 19 países, trazem reflexões sobre as questões socioambientais contemporâneas em diferentes programas: Homenagem, Panorama Internacional Contemporâneo, Mostra Brasil Manifesto, Competição Latino-Americana e Concurso Curta Ecofalante.

A Mostra conta com sessões de cinema, debates e experiências em realidade virtual. Todas as atividades são públicas e GRATUITAS.

Este ano, a Ecofalante vai homenagear o cineasta Silvio Tendler. Reconhecido documentarista, serão exibidas seis de suas obras: “O Fio da Meada”, “Sonhos Interrompidos”, “Utopia e Barbárie”, “O Veneno Está na Mesa”, “O Veneno Está na Mesa 2” e “Agricultura Tamanho Família”.

Também serão exibidos filmes premiados em festivais internacionais. Os filmes serão organizados nos eixos temáticos Cidades, Economia, Povos&Lugares, Recursos Naturais, Saúde, Sociobiodiversidade e Trabalho.

Uma das novidades desta mostra é a temática Saúde, que trará os filmes “Frente Atômica”, de Rebecca Cammisa (EUA, 2017), “Mulheres Contra a AIDS” (EUA, 2017), de Harriet Hirshorn, e “Ebola: Sobreviventes” (Serra Leoa/EUA, 2018),de Arthur Pratt.

Já o eixo Povos&Lugares vai reunir títulos como “Pra Cima, Pra Baixo e Pros Lados: Cantos de Trabalho” (Índia, 2017), de Anushka Meenakshi e Iswar Srikumar; “Ma’Ohi Nui” (Bélgica, 2018), de Annick Ghijzelings, e “Obon” (Alemanha, 2018), de André Hörmann e Anna Samo.

Mostra Brasil Manifesto

Outra novidade da edição 2019 é a Mostra Brasil Manifesto, que reúne filmes que propõem um retrato crítico do Brasil, entre eles “O Amigo do Rei” (Brasil, 2019), de André D’Elia, que trata da maior tragédia ambiental do Brasil: o rompimento da barragem da Samarco em Mariana-MG e suas consequências.

A sessão de “Idade da Água” (Brasil, 2018), de Orlando Senna, contará com acessibilidade (interpretação em libras, audiodescrição e open caption). O filme trata da questão da água na Amazônia, região com maior possibilidade de manter seus mananciais nas próximas décadas, devido à umidade de sua floresta.

Debates

Além dos filmes, haverá, na sexta-feira (13/09), às 19h30, o debate “A Uberização do Trabalho”, com Rodrigo Carelli, que é professor de direito do trabalho na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e procurador do Ministério Público do Trabalho. O debate será pautado a partir do filme “GIG – A Uberização do Trabalho”, que será exibido às 18h.

No sábado (14/09), às 19h, haverá um debate em homenagem a Silvio Tendler, com a presença do próprio cineasta e demais convidados. Ainda no sábado, serão exibidos dois filmes do diretor: “Utopia e Barbárie”, às 15h, e “O Fio da Meada”, às 17h30.

A Mostra Ecofalante está repleta de muito mais atrações. Se estiver no Rio, não perca o evento.

Confira a programação completa AQUI. Imperdível! Convide os amigos!

Talvez te interesse ler também:

ICE ON FIRE: O NOVO DOCUMENTÁRIO DE DICAPRIO QUE NOS MOSTRA AS SOLUÇÕES PARA SALVAR O PLANETA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!