Morto por Covid-19 o escritor Luis Sepúlveda

O escritor chileno Luis Sepúlveda foi mais uma vítima de Covid-19.

Aos 70 anos e vivendo na Europa, Sepúlveda morreu em um hospital em Oviedo, na Espanha, onde lutava contra o coronavírus há cerca de um mês. Ele apresentou resultado positivo para o vírus após retornar de Portugal, onde participou de um festival, como informou o G1. Desde o dia 10 de março, Sepúlveda estava internado em estado crítico.

Era um ecologista

Sepúlveda militou na juventude contra a ditadura de Augusto Pinochet, em seu país natal, tendo sido preso em 1973. Em 1977, após um ano na clandestinidade, saiu do Chile – onde nunca mais residiu – e exilou-se na Europa.

O escritor é autor de mais de 2o romances, livros de crônicas e contos, sendo o seu maior sucesso a obra “O velho que lia romances de amor”.

Além de escritor, Sepúlveda era um ecologista. Passou sete meses ​​na floresta amazônica com os índios Shuar. Em 1977, após passar dois anos e meio preso, ele se juntou a uma missão da UNESCO para estudar o impacto da civilização nas populações nativas.  

Na década de 1980, ele passou a integrar o Greenpeace. Seu segundo romance, “O mundo no fim do mundo”, foi escrito do convés de um navio da ONG, de onde viu baleias mortas e militantes ecológicos se opondo a pescadores japoneses.

Vida, ativismo e literatura foram escritas nas páginas da vida de Sepúlveda. Um vírus levou a chama daquele que nem um dos ditadores mais vis do século XX foi capaz de apagar.

Outros famosos levados pelo coronavírus

O G1 divulgou uma lista com o nome de personalidades que não resistiram ao coronavírus:

Andrew Jack, ator
Terrence McNally, dramaturgo
Adam Schlesinger, músico
Daniel Azulay, desenhista
Manu Dibango, saxofonista de jazz
Mark Blum, ator
Alan Merrill, músico
Vittorio Gregotti, arquiteto
Joe Diffie, cantor country
Martinho Lutero Galati de Oliveira, maestro
Naomi Munakata, maestrina
Floyd Cardoz, chef
Ellis Marsalis Jr., pianista
Ken Shimura, comediante
Wallace Roney, trompetista
Wilhelm Burmann, mestre de balé
Bucky Pizzarelli, músico
Sergio Rossi, estilista

Coronavírus mata

Embora alguns negacionistas não acreditem – ou fingem não acreditar – no real perigo do novo coronavírus, a lista acima mostra que, mesmo aquelas pessoas que tiveram assistência, não conseguiram resistir à sua letalidade #mantenhaoisolamento #fiqueemcasa

Talvez te interesse ler também:

Otimismo, ou pensamento positivo, só atrapalham no combate ao vírus

O bicho tá pegando e não é hora de afrouxar a estratégia do isolamento social

Organização e Solidariedade: o que Paraisópolis nos ensina sobre contenção do coronavírus

É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook