Gumhead: uma cabeça gigante coberta de chiclete mastigado

Gumhead: uma cabeça gigante

O mau hábito de jogar a goma de mascar no chão é duro de combater. Remover a goma de mascar das ruas tem custos econômicos enormes. Por incrível que pareça, para cada metro quadrado, calcula-se em média, que existam umas 20 gomas jogadas no chão. Como resolver o problema?

O escritor e artista canadense Douglas Coupland criou um projeto de arte verdadeiramente original para aumentar a consciência para a questão do chiclete grudado no chão “descuidadamente”. Ele criou uma cabeça gigante em fibra de vidro em que as pessoas podiam grudar a goma mastigada. Este é um exemplo de chewing-gum art, que transforma a goma de mascar em obras de arte.

Desta forma, você pode ter uma idéia do número de goma de mascar que dia após dia são jogadas nas ruas. Gumhead foi instalada em Vancouver, no Canadá, no pátio da Galeria de Arte de Vancouver, em Howe Street.

Esteve exposta de maio a setembro deste ano e fora retirada por ter criado um pouco de problema: devido ao calor do verão, com a dissolução da goma de mascar, inevitavelmente insetos foram atraídos para a escultura.

Segundo o artista, a instalação foi um verdadeiro sucesso. Os cidadãos entenderam os problemas relacionados com a goma de mascar, que não são biodegradáveis e são muito difíceis de remover das ruas.

Gumhead acabou por ser uma obra de arte interativa. O artista canadense nunca tinha visto tanta gente chegar perto de suas criações e interagir para alcançá-las. A goma de mascar tornou-se um meio artístico para colorir esta cabeça gigante e original, mas também para aumentar a conscientização sobre o problema do lixo na cidade e para uma maior sensação de dever cívico. Fantástico!

Fonte fotos: mymodernmet.com

Leia também: Feitas de materiais reutilizados, as esculturas cheias de emoção de Dario Tironi