Os lugares mais baratos (e lindos) no mundo para se viver

lugares mais baratos no mundo

Quem é que que nunca sonhou em mudar de país? Se não para sempre, por um período de um ou dois anos? A experiência de viver em outro lugar é pessoalmente muito enriquecedora. Infelizmente existem problemas diplomáticos e cada país tem um portão de entrada e saída que, a meu ver, não deveriam existir. Afinal, dizem que todo mundo gostaria de viver em Paris, menos os parisienses :) Todo lugar tem seu lado bom e ruim, mas, para sabê-lo, precisa vivê-lo.

Eis aqui uma lista para você se aventurar com pouco dinheiro no bolso e muita vontade no coração. Que tal?

Tailândia

Quem aí já foi a Tailândia, ou conhece quem foi, poderá confirmar que um copo de cerveja custava 1 dólar?! Se a vida é curta para beber cerveja barata, é mais curta ainda para ficar sentado em frente ao computer tentando ganhar dinheiro para comprar uma cerveja cara. Em 2009, quando a Opentravel fez um levantamento sobre os preços tailandeses, com 500 dólares mensais era possível viver na Tailândia, obviamente não como um um rei mas na tranqüilidade e simplicidade de um paraíso. Morar custava em torno a 30 dólares o aluguel de uma quitinete ao mês. Cozinhar em casa a comida local deve custar todavia muito pouco ainda. Comer na rua custava em torno a 1 dólar um prato de frango picante com arroz ou macarrão. Digamos que 5 depois custe 5 vezes mais, ainda assim é barato.

Camboja

A ida de tantos estrangeiros para lá deu uma elevada no preço das acomodações mas nada de exorbitante. Se você quer passar mais do que um "Holliday in Cambodia" provavelmente terá que encontrar outro fã do Dead Kennedys para dividir uma quitinete contigo. Se não, 500 dólares ficarão bem apertados. Mas para comer custa pouco, é tão barato como na vizinha Tailândia.

Por que morar na capital Phnom Penh? Depois das histórias de guerras (Segunda Guerra Mundial e Guerra do Vietnã) em 1975, a população da cidade era mormente constituída de refugiados de guerras. O Khmer Vermelho forçosamente evacuou toda a cidade depois de tomá-la, no que foi descrito como uma marcha da morte. Pol Pot procurou retornar a uma economia agrária e, portanto, matou muitas pessoas tidas como educadas, "preguiçosas", ou políticos inimigos, forçando a população a trabalhar em propriedades rurais. Em 1979, seu Partido Comunista foi expulso e iniciou-se um período de reconstrução local com a ajuda de alguns países. Hoje a economia local é baseada principalmente no setor terciário, com predominância no comércio de bens de consumo não-duráveis, como o vestuário, já que o Camboja é o sexto maior exportador de vestuário no mundo. Ou seja, se você encarar essa aventura pode até arrumar um emprego por lá :)

Filipinas

Aqui a recomendação é fugir dos grandes centros e encarar praias encantadoras em Cebu onde se poderia pagar uns 150 dólares por mês por um apartamento pequeno. Para comer o custo giraria em torno de 200 dólares ao mês. Por que mora lá? Olhe para a foto e responda :)

Costa Rica

Outro lugar que está totalmente in e que teve seus preços aumentados por conta disso. De qualquer forma ainda se vive com muito menos nestes locais. O que se ganha e que vale a pena é o clima e a simpatia do povo costarriquenho. Morar na capital San Jose custa mais que 500 dólares ao mês mais ainda assim, é uma das cidades mais econômicas em todo o mundo.

Belize

Belize (no período colonial, era designado por Honduras Britânicas) é um pequeno Estado soberano situado na costa nordeste da América Central, e onde o inglês é língua oficial. Belize é limitado a norte pelo México, a leste pelo golfo de Honduras, parte do Mar do Caribe, e a sul e a oeste pela Guatemala.

Os custos de vida são semelhantes aos de Costa Rica. Para uma casa grande no distrito de Cayo, você pode pagar 300 dólares, dando para dividi-la com amigos, porém!

Se você tem 45 anos ou mais, você pode considerar seriamente a hipótese de ir para Belize. O Programa de Incentivo à Pessoa Aposentada pode permitir-lhe viver um estilo de vida livre de impostos, o que deve ajudá-lo definitivamente economizar alguns dólares. Antes de fazer as malas, porém, lembre-se que o país tem estações seca e chuvosa de modo que o tempo nem sempre é tão perfeito como você gostaria que fosse. A estação chuvosa começa em maio e termina em outubro - chove o tempo todo e podem ocorrer furacões, por isso, se você quiser passar apenas alguns meses no país, vá entre novembro e abril.

O mundo está mudando rapidamente e os destinos vão ficando sempre menos acessíveis, então vá antes que seja tarde demais.

E não se esqueça que as melhores coisas da vida são de graça. Viver no exterior por menos de 500 dólares por mês é maravilhoso, mas o que mais conta é o povo que se conhece no caminho, os amigos que você faz, a experiência que você adquire, os lugares que você vê, os sabores e odores que você aprende a reconhecer.

Leia também:

ESPANHA: DESCOBRINDO AS CITTASLOW, CIDADES ONDE SE VIVE MELHOR

OS 10 PAÍSES ONDE SE VIVE MELHOR INDEPENDENTEMENTE DO SEU PIB

10 MOTIVOS PARA AMAR O URUGUAI, O SEU PRESIDENTE E QUERER MORAR LÁ

Fonte: opentravel.com