As casas flutuantes do Lago de Bokod (FOTOS)

  • atualizado: 
lago de bokod

O lago de Bokod fica a oeste de Budapeste, na Hungria, e parte do seu charme é devido às suas casas flutuantes e coloridas que emolduram um pôr do sol de tirar o fôlego.

Bokod é um lago artificial criado em 1961. Suas águas há um tempo nunca se congelavam pois eram utilizadas por uma usina nuclear nas proximidades, e felizmente a usina agora está inativa.

Com o tempo, Bokod tornou-se um ponto turístico, graças à construção destas pequenas casas flutuantes.

Cada casinha é diferente uma da outra. As casas são conectadas por passarelas de madeira que criam uma atmosfera de conto de fadas.

Na verdade, não surpreendentemente, tornou-se um dos lugares mais fotografados por turistas e fotógrafos. Tudo isso, foi favorecido pelo encerramento da central nuclear, e o lago foi assim, se transformado em um ambiente mais natural e menos poluído.

lago bokod 2Fonte foto: Deakb / Flickr

lago bokod 3Fonte foto

As palafitas são habitações mas também existem pequenos restaurantes que ficam longe da agitação da cidade e, especialmente no verão, colocam-se mesas na passarela e é possível beber um drink enquanto se aprecia a atmosfera romântica.

lago bokod 4Fonte foto

Não só isso, o lago de Bokod também foi o protagonista da Eurovision Song, o cantor húngaro András Kállay-Saunders escolheu o local como cenário o para o videoclip da sua canção 'Juliet' e ganhou o quinto lugar na premiação.

lago bokod 5

Fonte Foto

Mas as casas flutuantes não são a única atração da região. Escondidas entre a floresta das proximidades existem as ruínas de Vértesszentkereszt, a abadia beneditina abandonada em 1543, quando os turcos tomaram a cidade de Tata.

lago bokod 6Fonte foto

Uma boa dica de viagem para quem estiver pensando em ir para aqueles lados. Veja o vídeo abaixo e se apaixone ainda mais:

Leia mais sobre Viajar:

VIAJAR QUASE GRÁTIS! DICAS PRÁTICAS PARA UMA VIAGEM SUPERBARATA

6 PARQUES NACIONAIS PARA CONHECER NOS 4 CANTOS DO BRASIL

CONHEÇA 15 HOTÉIS ESTRANHOS AO REDOR DO MUNDO