Lago Bohinj: um magnífico espelho d’água no fim do mundo

A Eslovênia não é normalmente um dos destinos turísticos mais populares do mundo ainda que esta pequena região possua montanhas, florestas, rios, lagos e aldeias pitorescas.

Há, por exemplo, o Lago Bohinj, rodeado pelos Alpes Julian, que se situa dentro do Parque Nacional Triglav, o lago é considerado o mais belo da Eslovênia, juntamente com o Lago de Bled.

Ambos são glaciais, e o que lhes permitiu de permanecer quase intocados, foi a posição geográfica deles. Para chegar até estes lagos é preciso atravessar estradas esburacadas, trilhas difíceis e montanhas escarpadas para dar de cara com um oásis de paz e tranquilidade.

Todo o lago é cercado por pastos com rebanhos; as aldeias são formadas por casas tradicionais feitas de madeira com celeiros que formam uma paisagem típica de lugares onde não se conhece a palavra caos.

Um paraíso para os amantes de trekking, mountain bike e caiaque, especialmente no verão.

Perto de Bohinj, o ar gelado e as montanhas circundantes dão uma sensação de isolamento. Não é por acaso que o nome da cidade costeira vizinha, Ukanc, significa "o fim do mundo".

Tudo fascina na Eslovênia, mas acima de tudo, o Lago Bohinj é capaz de proporcionar magníficas sensações.

Leia também:

setaOS 15 LAGOS MAIS LINDOS DA EUROPA

setaOS 6 LAGOS (E OCEANOS) CONGELADOS MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO