Garra-do-Diabo: para o alívio das dores, inflamações e não só

garra-do-diablo

A planta conhecida como Harpago ou Garra-do-Diabo é o nome comum de Harpagophytum procumbens, uma erva perene da família Pedaliaceae, originária da África do Sul. Seu uso fitoterápico é consagrado no alívio de dores e inflamações, especialmente em formulações de uso tópico, em gel ou unguentos.

A Garra-do-Diabo tem efeitos comprovados nos tratamentos de diversos tipos de dores - seu uso interno também é recomendado, em cápsulas do extrato seco ou tintura, para tratar dores de cabeçador nas costas, dor de garganta, artrite e tendinite.

Propriedades curativas da Garra-do-Diablo

A Garra-do-Diabo tem propriedades anti-inflamatórias, anti-piréticas, anti-reumáticas, sendo tanto quanto ou mais eficaz que alguns medicamentos químicos sintetizados pela indústria farmacêutica.

Nas contusões, tendinites, dores nas costas, dor ciática, torcicolo e outras dores musculares, o uso do gel de Garra-do-Diabo é muito indicado.

O extrato seco em cápsulas é bastante útil nos tratamentos curativos de gota, para facilitar a eliminação de ácido úrico, artritis, artrosis, colecistite, problemas hepáticos, reumatismos e obesidade.

Nas comunidades tradicionais africanas, a Garra-do-Diabo também é usada para tratar feridas, aliviar as dores nas articulações, problemas digestivos e intestinais.

garra do diablo 2

Garra-do-Diabo é um analgésico natural eficaz em situações em situações inflamatórias de tendões, costas, nervo ciático cervical e músculo em geral e as formulações em gel ou unguentos e pomadas, muito práticas para todas as formas de inflamação articular.

Massagear as articulações e músculos doloridos com gel desta planta te dará uma intensa e agradável sensação de aquecimento local, relaxando e soltando músculos doloridos e articulações enrijecidas.

O gel de Garra-do-Diabo também gera sensação de alívio em casos de estresse, dores causadas por mudanças bruscas de temperatura e movimentos repentinos, que enrijecem os músculos criando situações dolorosas. É muito útil na massagem da musculatura dos atletas e nos idosos, para manter ativas as funções articulares.

Este gel poderá ser aplicado várias vezes ao dia, em massagens suaves sobre toda a região dolorida e inflamada. Após a massagem, em movimentos circulares até completa absorção do gel, é conveniente se manter o local coberto e aquecido.

Tinturas e extratos secos de Garra-do-Diabo também são indicados nos tratamentos de cefalalgia de origem variada (tensão, sinusite, enxaquecas), diabetes ou fibromialgia, agindo como paliativo das contraturas musculares e processos inflamatórios ocorrentes nestes casos.

Contraindicações e cuidados no uso da Garra-do-Diabo 

A Garra-do-Diabo, em formulações de uso interno não é aconselhada a pessoas que sofram de úlceras do estômago ou duodeno. Tampouco devem ser usados durante a gravidez e em casos de alergias. O uso externo de cremes ou gel à base de Garra-do-Diabo pode causar vermelhidão temporária no local de aplicação - este efeito não é perigoso já que resulta da maior fluência de sangue nos vasos sanguíneos periféricos por efeito do aquecimento interno dos tecidos.

Ao procurar medicamentos fitoterápicos à base de Garra-do-Diabo, aqui no Brasil, busque sempre marcas ou origens comprovadamente idôneas já que, alguns produtos podem não ser aprovados pela ANVISA, como é explicado aqui neste site sobre um medicamento do tipo. Porém, a Garra-do-Diabo consta dos medicamentos liberados pelo SUS para distribuição nos postos de saúde. Ou seja, a planta medicinal está aprovada em seu uso aqui no Brasil porém, no mercado existem formulações sem controle de qualidade.

Especialmente indicado para você:

setaUNHA DE GATO - USOS, BENEFÍCIOS E PROPRIEDADES MEDICINAIS

setaASPARGOS - CURATIVOS E MUITO FÁCEIS DE SE PLANTAR

setaPLANTAS QUE PODEM SUBSTITUIR O PARACETAMOL E O IBUPROFENO