Carambola: é uma boa fruta, mas pode ser muito perigosa...

Carambola

Fruta inigualavelmente deliciosa, além de bela, a carambola é capaz representar um perigo quase desconhecido. Apesar do lindo formato de estrela (não por acaso é chamada de star fruit em Inglês), a carambola pode ser responsável por casos relativamente alarmantes para certas pessoas.

Veremos que, apesar de tudo, a carambola também possui muitos benefícios e possui nutrientes que podem fazer muito bem à saúde. Como veremos adiante, a atenção neste caso é muito importante, pois carambola é uma boa fruta, mas pode ser muito perigosa...

Benefícios da carambola

A carambola é uma fruta exótica com sabor acentuadamente cítrico dependendo da maturação da fruta, mas que pode trazer diversos  benefícios para a saúde. Por ser rica em diversas vitaminas, como a vitamina A, C e algumas do complexo B, a carambola é muito útil na prevenção de gripes e resfriados, fortalecendo o sistema imunológico. Além disso, age como antioxidante, fazendo com que o corpo seja capaz de combater os radicais lives.

Já as vitaminas do complexo B (riboflavina, piridoxina e outras) atuarão favorecendo o metabolismo e várias outras funções dentro do corpo. O potássio da carambola irá ajudar o sistema sanguíneo, diminuindo a pressão e regulando os batimentos cardíacos.

setaLeia mais: PRESSÃO ALTA: SINTOMAS, CAUSAS E REMÉDIOS NATURAIS

Todos os benefícios da carambola serão adquiridos sem a preocupação com o ganho de peso, uma vez que cerca de 100g de carambola terão pouco mais de 30 calorias, ou seja, uma das frutas tropicais menos calóricas que existem.

Carambola pode ser muito perigosa...

Tudo na vida requer um pouco de atenção, desde o mais simples dos alimentos ao mais complexo dos sistemas. Alguns estudos, como o da University Malaya Medical Centre, têm mostrado que a carambola pode representar risco significativo para algumas pessoas, pois possui uma neurotoxina que não existe nas outras frutas.

Segundo a University Malaya Medical Centre, esta toxina afeta os nervos e o cérebro. No entanto, esta toxina não costuma afetar pessoas saudáveis, pois o organismo será capaz de eliminar as toxinas normalmente. Segundo o alerta, pessoas com problemas renais podem sofrer com as intervenções da toxina, uma vez que o rim será incapaz de eliminar as toxinas após a ingestão da fruta. Os sintomas de intoxicação após a ingestão da fruta geralmente são:

* Crises epilépticas

* Dormência e fraqueza

* Soluços

* Confusão mental

Ou seja, pessoas com problemas renais devem evitar o consumo de carambolas sem antes consultar um médico, uma vez que a insistência do sintoma pode levar ao óbito em casos mais severos.

No Brasil esta toxina foi catalogada pela Universidade de São Paulo como caramboxina em uma pesquisa publicada pela revista Angewandte Chemie International. A pesquisa reafirma e alerta a respeito dos mesmos sintomas acima, portanto o efeito da toxina é comprovado. Segundo o professor Norberto Peporine Lopes, um dos coordenadores da pesquisa, pessoas com funções renais comprometidas não conseguirão eliminar a toxina, que por sua vez acabará indo para a corrente sanguínea e terá contato com receptores do sistema nervoso, iniciando os sintomas da intoxicação.

Recomendações gerais a respeito da carambola

Não há dúvidas de que a carambola é uma fruta exótica em sua totalidade, da forma ao que há em seu interior. E, embora os estudos mostrem que ela é um perigo em potencial para quem tem problemas renais, sua toxina poderia afetar também pessoas saudáveis.

Pessoas com qualquer tipo de problema renal deveriam, precavidamente, consultar antes um médico, profissional de saúde ou mesmo nutricionista antes de consumir esta fruta, uma vez que a ingestão de uma única carambola poderia ser o suficiente para levantar os sintomas acima.

Especialmente indicado para você:

setaCOMO PLANTAR MANGUEIRA EM VASO

setaGRAVIOLA CURA CANCER? VERDADE OU MENTIRA?

setaGINKGO BILOBA: BENEFÍCIOS, USOS E EFEITOS COLATERAIS