Graviola: usos, benefícios e contraindicações

Graviola, popularmente conhecida também como araticum de comer, araticum do grande, araticum manso, araticum, jaca, jaca de pobre, coração, coração de rainha, jaca do Pará, jaqueira mole) é o fruto da Graviola (Annona musicata), planta pertencente à família Annonaceae, nativa das Índias Ocidentais que mais tarde se espalhou para o Sul da Ásia e América do Sul, com uma presença menor na Austrália e na Flórida. Graviola é um fruto grande, cujo peso pode atingir dois quilos.

Sua pele é verde enquanto a sua carne é amarela. É uma fruta tropical de polpa muito macia, que pode ser cortada pela metade e comida diretamente com uma colherzinha, ou utilizada na preparação de batidos e sorvetes (sacolés).

Não só o fruto, mas também as folhas, a casca e as raízes da árvore que dá origem à graviola são utilizadas na preparação de remédios à base de plantas, pelas qualidades benéficas de suas substâncias. Tudo isso garantido por especialistas, que fizeram da graviola o objeto de seus estudos clínicos, com a intenção de testar sua eficácia na cura doenças.

Propriedades anticancerígenas

Desde 1940, foram realizados estudos tanto por parte da medicina convencional quanto da medicina natural, relacionados às propriedades anticancerígenas da Graviola. Alguns componentes bioativos contidos no fruto, seriam capazes de neutralizar a ação de células cancerosas, sem afetar as saudáveis.

Da Universidade de Purdue, em Indiana, foram realizados estudos financiados por instituições norte-americanas para a investigação voltada à cura do câncer, a fim de determinar a eficácia de graviola na luta contra a doença, por meio da pesquisa de seus princípios ativos. O objetivo seria o de usar a graviola de forma correta no auxílio ao combate a tumores e cânceres.

Propriedades antidepressiva e antibacteriana

A esta fruta tropical, também são atribuídas propriedades antidepressivas, por causa dos alcaloides presentes na sua composição. Mais uma propriedade da fruta que a levou a ser o foco de estudos científicos, a fim de verificar sua eficácia e possíveis aplicações. Na Graviola também podem ser reconhecidos oficialmente propriedades antibacterianas e antimicrobianas, fazendo com que os cientistas tivessem uma nova perspectiva sobre sua aplicação.

Suplemento

A graviola agora já pode ser comprada em forma de suplemento em algumas lojas e farmácias de medicina natural. Nela são listadas as seguintes propriedades: antibacteriano, anti-helmíntico, antiespasmódico, antitumoral, modulador do humor, antiespasmódico, adstringente, citotóxica, febrífugo, inseticida, anti-hipertensivo, expectorante, sedativo, estomacal, vasodilatador.

O suplemento de graviola é recomendado nos seguintes casos: para o combate à febre e infecções bacterianas, mudanças de humor, sedativo, anti-hipertensão, para o tratamento de tosse e doenças por resfriamento, mas é sempre bom procurar um médico para receitar qualquer suplemento.

foto: wikipedia

Princípios ativos

Os princípios ativos encontrados na graviola são muitos e diversos! Entre eles, as acetogeninas e os alcalóides, mas os principais componentes mesmo, compõem uma lista enorme: annocatalina, annohexocina, annomonicina, annomontacina, annomuricatina A e B, annomuricina A até E, annomutacina, annonacina, annocinona, annopen-tocina A, B e C, cis-annonacina, cis-corossolona, cohibina A até D, corepoxilona, coronina, corossolina, corossolona, donhexocina. epomuricenina A e B, gigantetrocina, gigantetrocina A e B, gigantetrocinona, gigantetronenina, goniotalamicina. isso-annonacina, javoricina, montanacina, montecristina, muracina A até G, muricapentocina, muricatalicina, muricatalina, muri-catenol, muricatetrocina A e B, muricatina D, muricatocina A, B e C, muricina H, muricina I, muricoreacina, murihexocina 3, murihexocina A, B e C, murihexol, murisolina, rubostocina, rolliniastatina 1 e 2, sabadelina, solamina, uvariamicina I e IV, xilomaticina.

Onde comprar

O suplemento da graviola pode ser encontrado em lojas, farmácias de produtos naturais e mesmo online. Sua árvore pode ser encontrada em diversas lojas e espaços de venda de plantas, como no ceasa. A fruta, geralmente é cultivada no norte do Brasil, então caso dê uma passada pelas cidades da Bahia, recomendamos tomar um suco e provar a deliciosa fruta in loco!

Contraindicações

Mesmo com medicamentos naturais, é importante respeitar as dosagens recomendadas, pois eles têm muitas propriedades que são enfatizadas e potencializadas quando encapsuladas - Os ciclos de tomar graviola como um suplemento, não devem exceder 30 dias e devem sempre ser acompanhados de um médico.

É preciso tomar a dosagem específica para que a pressão não sofra grandes alterações, ficando muito baixa, ou causando náusea e vômito.

A graviola é contraindicada nos seguintes casos: gravidez, pois pode causar uma estimulação uterina indesejável; usuários de antidepressivos e pessoas que sofrem de hipotensão.

Leia também:

setaGRAVIOLA CURA CANCER? VERDADE OU MENTIRA?

setaTUDO SOBRE A BABOSA: BENEFÍCIOS, CONTRAINDICAÇÕES E 15 USOS

setaSEMENTE DE CHIA: PROPRIEDADES, BENEFÍCIOS E USOS