Papoula - a Lenda, o Significado e Como Cultivar

  • atualizado: 
papoula

As Papoulas são flores anuais da família Papaveraceae, nativas dos campos do Oriente Médio e sul da Europa. Da Papoula (Papaver somniferum) se extrai o ópio que tem finalidade terapêutica e medicinal, entretanto, sua utilização acabou sendo desvirtuada, passando a ser usada como droga e, inclusive por conta disso, no Brasil, seu cultivo é proibido. Mas a Papoula, além de ser planta ornamental, pode ser consumida como alimento. Neste conteúdo serão mostradas mais informações sobre esta planta e sua linda flor.

1. História

No Egito Antigo, as Papoulas eram muito valorizadas e utilizadas para a produção de ópio, que ajudava a acalmar as pessoas e a fazer com que elas dormissem melhor.

Há mais de cinco mil anos, os sumérios já utilizavam a Papoula para tratar problemas de saúde.

Na Mesopotâmia, doenças como insônia e constipação intestinal, eram sanadas com infusões feitas com a Papoula. Povos da Mesopotâmia como os assírios e, depois, os babilônios, extraiam o suco leitoso dos frutos para fazer remédios.

Hipócrates, médico da Antiga Grécia, foi um dos primeiros a descrever os efeitos medicinais da Papoula para tratar diversas doenças.

Em Roma, o ópio extraído da Papoula era utilizado para tratar os gladiadores.

Com o advento da Expansão Marítima e as rotas comerciais, o ópio da Papoula acabou se tornando mais conhecido e comercializado.

No início do século XVI, o uso do ópio se difundiu pela Europa. Nesse período a Igreja Católica combateu o seu uso e começou a controlar os remédios à base de ópio. Nessa época, Paracelso, o famoso médico e alquimista suíço, elaborou um concentrado de suco de Papoula, o Láudano, com propriedades de curar muitas doenças e rejuvenescer. Esse fato provocou a popularização do uso ópio no mundo ocidental.

Por volta de 1803, o cientista alemão Frederick Sertuener, constatou que os vários princípios ativos da Papoula produziam efeitos diversos. Do ópio se obteve um cristal alcalóide de efeito muito intenso: a morfina, utilizada como componente em medicamentos alopáticos para casos de dores intensas e muio fortes.

2. Características da Papoula

A Papoula é uma planta da Família das Papaveráceas, e a sua espécie mais conhecida, a Papaver somniferum, é aquela popularmente chamada de Dormideira.

É uma herbácea anual com propriedades alimentares, oleaginosas e medicinais. Essa planta tem um caule alto e ramificado, com folhas ovaladas. As flores são grandes, brancas, rosas, violáceas ou vermelhas, e o fruto é uma cápsula.

Nesta planta circula um látex branco. A papoula é tóxica, com exceção das sementes maduras.

O ópio é extraído a partir do látex contido nas cápsulas que não atingiram a maturação. Ao se fazer cortes na cápsula da papoula, ainda verde, se obtém um suco leitoso que é o ópio, que contém cerca de 25 alcalóides, o mais importante deles é a morfina, presente em até 20% no ópio.

O nome científico da planta "somniferum" relaciona-se a sono. A origem do nome "morfina", está relacionada ao deus da mitologia grega Morfeu, o deus dos sonhos. E essas relações são bem significativas pois o ópio e a morfina atuam como depressores do sistema nervoso central.

O ópio contém outras substâncias, como a codeína e, também, se obtém a heroína, uma substância semissintética, resultante de uma alteração química na fórmula da morfina. Todos os alcalóides do ópio são narcóticos, produzem dependência e deterioração física.

3. Dados botânicos da Papoula-dormideira

  • Classificação científica: Reino: Plantae
  • Divisão: Magnoliophyta
  • Classe: Magnoliopsida
  • Ordem: Ranunculales
  • Família: Papaveraceae
  • Espécie: Papaver somniferum

4. Usos medicinais e benefícios da Papoula

A Papoula tem diversos usos, tanto medicinais, quanto culinários. Da Papaver somniferum, que é uma das espécies de Papoulas que existem, se extrai o ópio de seu látex, como já dissemos. As pétalas e sementes da Papoula são utilizadas como ingredientes na culinária mediterrânea, asiática, turca e báltica.

O látex maduro da Papoula contém os seguintes alcalóides, que são princípios ativos de medicamentos farmacêuticos:

  • morfina
  • codeína
  • papaverina
  • tebaína

Na Índia, Tâsmania, Turquia, Afeganistão, a Papaver somniferum é cultivada em grande escala para a produção de medicamentos opiáceos.

A Organização Mundial de Saúde considera os opiáceos, à base de morfina, medicamentos necessários por serem eficazes para o alívio das dores muito fortes.

Os povos europeus e asiáticos costumam usar esta planta para tratar:

  • ansiedade e estresse, devido aos seus princípios: papaverina e morfina
  • tosses, asmas e bronquites, por conta da codeína dor de dentes e outras problemas que exijam ação anti-inflamatória,
  • sudorese e analgesia.

A administração da Papoula para uso medicinal, pode ser feita nas formas caseiras de chá, infusões, xaropes ou em medicamentos farmacêuticos. As pétalas são consumidas cruas, em saladas e suas sementes, servem como condimento em receitas (se assemelham com o sabor das nozes) ou como cobertura de pães e bolos, e são muito nutritivas.

Talvez te interesse ler também:

setaPAPOULA - USOS E BENEFÍCIOS NA MEDICINA POPULAR

No Brasil, o cultivo da papoula (Papaver Somniferum L.) é proibido, de acordo com a Portaria 344/98 do Ministério da Saúde. A única maneira da semente ser utilizada em nosso país é por meio de sua importação. Para isso, a empresa importadora deve seguir a regras estabelecidas na Resolução RDC 239, de agosto de 2002, como, provar que a semente não tem capacidade germinativa e que, no país de origem, o cultivo da Papoula é lícito. Esta Regra aparece nos site da Anvisa.

Em suma, a semente de Papoula não é proibida.

Já a plantação em grande escala da espécie dormideira (Papaver somniferum) é proibida em solo brasileiro.

5. A Lenda da Papoula

papoula

Em um dia de junho, Perséfone, a bela filha de Zeus e deusa da Terra, estava colhendo flores em um campo, quando foi sequestrada por Plutão, deus do submundo, que queria torná-la sua noiva.

A mãe de Perséfone, chamada Deméter, ao descobrir que sua filha passaria o resto de sua vida no submundo, correu para pedir ajuda à Júpiter, mas ele não fez nada. Deméter, sentindo muita dor e revolta, decidiu não se importar mais com a Terra.

Naquele momento, Júpiter, percebeu a gravidade da situação, pois as criaturas da Terra iriam morrer, então, ele resolveu intervir e conversar com Plutão para convencê-lo a deixar Perséfone retornar à Terra, e passar metade do ano com seus pais e Plutão consentiu.

Cada vez que Perséfone retornava à Terra, as papoulas vermelhas floresciam.

6. O Significado e a Simbologia da Papoula

Para os antigos gregos, a Papoula era o símbolo do esquecimento e do sono.

Na mitologia grega, a Papoula estava associada a Hipnos, o deus do sono, pai de Morpheu. Considerado na Mitologia Grega, o deus dos sonhos, Morfeu é representado segurando Papoulas em sua mão.

Nix, deusa das Trevas, filha do Caos, em sua representação aparece coroada de Papoulas e envolta num grande manto negro e estrelado. De acordo com a Mitologia Grega, ela se vive no Tártaro, entre o Sono e a Morte, seus dois filhos.

Os sumérios consideravam a Papoula símbolo de Alegria.

A Papoula, para os antigos romanos, era símbolo da deusa das plantas, chamada Ceres, cuja imagem é representada segurando estas flores.

Na Idade Média, a Papoula era associada ao sacrifício de Jesus, aparecendo em muitos afrescos retratando a Paixão de Cristo.

As Papoulas se tornaram símbolo dos soldados mortos, na Primeira Guerra Mundial, pois, nos mesmos campos que eles morreram, floresceram esta flores.

7. Como Cultivar Papoula

A forma de plantio da Papoula é por meio de sementes ou já em vasos, encontradas sites da Internet, lojas de jardinagem ou floriculturas.

As belas flores laranjas ou vermelhas das Papoulas se fecham quando o sol se põe. As sementes da Papoula para germinarem necessitam de temperatura fria.

Em regiões de muito calor, o aconselhável é semear as Papoulas dentro de casa, pelo menos na primeira semana ou em um local externo e com sombra para as sementes poderem terem condições de germinarem em um lugar fresco.

Uma vez germinadas as sementes, basta manter o solo levemente úmido, pois muita água prejudica os desenvolvimento dessa planta.

A Papoula se dá melhor com solos com terra menos fina, pode crescer até mesmo em terrenos pedregosos, desde que não acumulem água.

O melhor é semeá-la diretamente no local definitivo, seja em vasos ou no canteiro, pois ela não se ressente com o transplante de lugar, pode até morrer.

A Papoula não exige solos muito adubados e pode tomar sol, mas se desenvolvem bem em meia sombra, com locais que recebem por algumas horas o sol da manhã ou da tarde.

A Papoula é uma planta anual, pois com o passar do tempo perde o vigor.

Para que ela dê mais flores é necessário podá-la até a metade da altura, depois da planta já ter florido bastante. Isso vai estimular o surgimento de novas flores, mantendo seu viço e sua beleza.

Para obter e se extrair as sementes da Papoula é só deixar algumas flores secarem no solo. Com isso ficarão as sementes para plantá-las e novas Papoulas nascerem.

Agora segue um resumo das informações básicas o cultivo desta planta:

* Propagação: por sementes

* Mistura de solo ideal para cultivo: 1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de terra vegetal e 2 partes de composto orgânico (que pode ser adubo feito á base de cascas de alimentos).

* Luminosidade: o ideal é que receba luz solar direta apenas nos horários mais amenos do dia (pela manhã ou à tarde)

* Clima ideal: ameno

* Regas: deve ser regada regularmente, mas o solo não deve nunca ficar encharcado.

8. A Papoula e seu Valor

A Papoula é uma planta bela, exótica, curativa e poderosa, que infelizmente em decorrência da cobiça humana tem sido fez mal utilizada, com seu princípios ativos, empregados e comercializados como entorpecentes.

Contudo, isso não diminui o valor e os atributos dessa planta, com propriedades nutricionais e medicinais que, desde remotos tempos, tem trazido benefícios para a humanidade, além de encantar com sua beleza!

Talvez te interesse ler também:

setaGIRASSOL – A LENDA, O SIGNIFICADO E GUIA COMPLETO PARA CULTIVO

setaMARGARIDA, A FLOR DO AMOR! DESCUBRA A LENDA E O VERDADEIRO SIGNIFICADO

setaJASMIM – LENDAS E SIGNIFICADOS ESPIRITUAIS DESTA FLOR

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!