Empatia - o verdadeiro significado. Você é uma persona empática?

  • atualizado: 
Empatia

Existem pessoas que têm uma forte natureza empática. A empatia é uma capacidade que se expressa através da sensibilidade.

Algumas pessoas têm essa sensibilidade, tão aguçada e aflorada, que podemos defini-las como empáticas, pois, sentem e conseguem perceber os sentimentos, a vibração, a energia do outro, até mesmo, de forma intuitiva.

O empático consegue decifrar e sentir, não só através de outro ser, mas, em outras formas de expressões, nas quais ficaram registradas a emoção e o sentimento do outro, tais como: lugares, textos, objetos, pinturas, músicas, fotos, gravação de voz, cartas, e outros.

Pessoas muito sensíveis têm um forte grau de empatia, e quanto mais empática a pessoa for, mais agirá como tal, mesmo que não demonstre abertamente.

A partir da empatia se originam atitudes compassivas, parcerias, comunidades, ações humanitárias, projetos solidários, criações artísticas, ações filantrópicas, que expressam o sentimento pelo que o outro sente, independente da espécie.

empatia 2

SINÔNIMOS DE EMPATIA

Do dicionário dos sinônimos, empatia é a "compreensão emocional e identificação com outra pessoa". São seus sinônimos: a identificação, a compreensão, o entendimento, a afinidade e a sintonia.

SIGNIFICADO DE EMPATIA

A empatia significa compreender o outro, utilizando a razão, a vibração, a intuição, a emoção, a atenção, a percepção e a ação, expressando compaixão e sensibilidade para com o que o outro sente e tendo a percepção de como ele lida com isso.

EMPATIA, PSICOLOGIA

Contrariando o que se costuma entender por empatia, que seria uma espécie de "colocar-se no lugar do outro", uma pessoa empática, para lidar e utilizar, de forma equilibrada, sua capacidade de compreender o outro, precisa não se confundir com o outro, para não se perder de si mesmo.

Cada pessoa é única tem suas experiências, reações distintas, maturidade, grau de consciência, mesmo, havendo semelhanças com a outra pessoa, um empático consegue imaginar e intuir a situação do outro, mesmo sendo diferente dele.

Uma pessoa empática compreende o grau de dificuldade, a realidade e o sofrimento do outro, diante do que o outro está vivendo (não ele próprio). Demonstra compaixão, aceitação e age para com seu próximo, sem julgamento, passando força e o incentivando a reagir, para transcender o que lhe afeta ou aflige.

EMPATIA X SIMPATIA

Vale salientar que a simpatia costuma ser associada à empatia, mas nem sempre, uma pessoa simpática é empática, pois, simpatia tem mais a ver com afinidade, extroversão, comunicabilidade e projeção social, e, por vezes, aquele que é simpático, pode ser mais inclinado a ser uma pessoa egoísta ou narcisista (admiração pela própria imagem), e, não se expresse, de forma empática, sabendo ouvir e compreender o outro, embora saiba se comunicar, agradar e atrair a atenção dele.

EXEMPLOS DE PESSOA EMPÁTICA

empatia 3

Existem várias maneiras de demonstrar empatia a outro ser e entender um outro ser, não só o humano, mas também os outros seres vivos, que sentem, como nós, pois, uma pessoa empática, geralmente, é sensível a todos os outros seres.

Veja alguns exemplos:

  • Uma pessoa empática observa o que o outro expressa e sente;
  • Ouve, olha e sente com o coração aberto, a cabeça livre, tem sensibilidade, atenção e percepção à expressão e à reação do outro ser;
  • Ajuda, se for possível, quando o outro precisa de auxílio, mesmo que, seja o conforto da presença, do abraço ou de uma boa vibração para ele.
  • Tem compaixão pelo sofrimento alheio.
  • Age e se relaciona com o outro sem discriminação, críticas, julgamentos e condenações diante da fragilidade do outro.

 

O QUE A EMPATIA NÃO É

Empatia, não é projetar o que sentiríamos, no lugar do outro, se estivéssemos na mesma situação, pois, de repente, o que sentiríamos seria bem diferente do que sente quem está vivendo a situação, então, o que pensamos ser empatia, não passa de projeção.

Empatia não é se colocar no lugar do outro, pois, quem se coloca no lugar do outro, pode acabar ficando no lugar dele.

Uma coisa é compreender, se solidarizar, ter compaixão, aceitar as limitações do outro e ajudar, existindo condições para isso.

Outra coisa é se identificar com o problema do outro, como se fosse o seu e, por vezes, atraindo para si uma situação, que o outro precisa vivenciar, impedindo, com isso, que ele, através, de determinada experiência, cresça, se aprimore e desperte para coisas que não percebia antes de viver determinada experiência, adquirindo, assim, aprendizado e mais maturidade.

Empatia é compreender e aceitar o outro, porém sem se anular e ser complacente quando ele age, de forma prejudicial e maledicente, ou, até sem perceber, com excessiva dependência, sugando a energia da pessoa que é empática, para com ele.

Existem situações que uma pessoa empática está sujeita a passar caracterizadas pelo "vampirismo emocional", nas quais a pessoa que precisa de ajuda, sem perceber, pela excessiva dependência e manipulação emocional, acaba sugando energeticamente o outro, que demonstra empatia por ela.

Ser empático não é mimar e tratar o outro como um coitado, mas vê-lo com respeito e dignidade, enxergando o potencial e a força que carrega, dentro de si, estimulando sua capacidade de superação.

DIFICULDADES E TENDÊNCIAS DE UMA PESSOA EMPÁTICA

Embora empatia não seja ficar no lugar do outro, uma pessoa empática se comove e sente aquilo que o outro sente, com mais facilidade por conta da sua natureza sensível, intuitiva e emotiva. Por vezes, até mediúnica ou telepática, então, é comum ficar triste com a tristeza do outro, em contrapartida, ficar alegre com a alegria do outro.

Uma pessoa empática não se sente bem em lugares carregados, pela facilidade que tem de sentir a vibração e a energia do ambiente e das pessoas.

Dependendo do grau de empatia da pessoa, ela sentirá as vibrações coletivas. Acontece, por exemplo, quando de repente, mesmo sem motivo, a pessoa sente "algo no ar" e não sabe bem o que é. Por isso um empático é inclinado à ter oscilações de humor, pois sente as alterações vibratórias externas a ele.

A dor e o sofrimento dos seres indefesos como crianças, idosos, animais e outros seres da Natureza são sentidos com grande intensidade, gerando sofrimento por uma pessoa empática.

Muitos seres humanos empáticos, movidos por essa forte sensação e empatia, se dedicam ao ativismo, ao trabalho em ONGs, atuam como Protetores, criam movimentos, são voluntários em Instituições de Caridade, praticam a filantropia, colocando em prática sua empatia para com todos estes seres que precisam de ajuda, defesa e proteção.

A acentuada capacidade empática de uma pessoa, que confere à ela uma forte predisposição para ouvir e compreender, frequentemente faz com que esta pessoa seja muito procurada para ouvir desabafos e para dar conselhos, e, por vezes, se não souber filtrar e administrar isso, ficará cansada e, até, se sentindo "sugada" de tanto ajudar e dar atenção aos outros. Mas há vantagens em ser uma pessoa empática. 

OS BENEFÍCIOS DA EMPATIA

Geralmente, terapeutas, psicólogos e líderes espirituais têm forte capacidade empática, e a utilizam para ajudar o ser humano, em seu desenvolvimento.

Poetas, artistas, pintores, músicos, fotógrafos, produtores artísticos e do cinema, geralmente, utilizam a capacidade empática para produzirem suas obras artísticas e expressarem seus próprios sentimentos como os dos outros seres.

A empatia desperta o interesse de conhecer e aprender com o outro. Desenvolve a afinidade, cria laços entre os seres, ajuda a promover um mundo melhor, sem preconceitos, segregações e separatividade.

Através da empatia, se desenvolve uma corrente do bem, sem olhar a quem, ou seja, viver com empatia é valorizar o outro, pelo que ele é, independente de rótulos, graduações, posses, status, condição econômica e social, raça, credo, time de futebol, partido político, sexo, opção sexual, idade, espécie, e outros.

O essencial é o que interessa para que vive de forma empática.

Nossa Alma é empática ! 

EMPATIA SE DESENVOLVE COM A PRÁTICA

Vimos o que significa a expressão da empatia em nossa Vida, e mesmo que, existam pessoas que tenham mais propensão a terem maior grau de capacidade empática, não quer dizer que, aqueles que não tenham, não possam desenvolvê-la. Tudo é questão de, realmente, querer colocar a empatia em prática, pois, essencialmente, somos naturalmente empáticos, mas, devido à mecanicidade e à complexidade do mundo, fomos perdendo essa faculdade.

Que tal resgatá-la? Será que você é uma pessoa empática? Acreditamos seriamente que sim :)