A história japonesa do bambu que nos ensina a superar as adversidades da vida

  • atualizado: 
bambu

Na vida todos nós temos nossos altos e baixos, nossas alegrias e tristezas. Nessas alternâncias há momentos desafiadores e difíceis que parece que estamos dentro de um túnel escuro sem fim, vem o desânimo, a sensação que tudo está perdido e, por mais que nos esforcemos, as coisas não andam, nos levando a crer que tudo é em vão! Momentos assim, exigem de nós tenacidade, resiliência e paciência: virtudes necessárias para lidar e superar as fases complicadas de nossas vidas. E isso vem de encontro com as lições que podemos tirar com a história do bambu.

Você sabia que o bambu tem várias virtudes que podemos utilizar como ensinamentos para nossas vidas?  E que essas virtudes nos ensinam sobre a importância de nos mantermos firmes diante das adversidades?

A história japonesa do bambu

Era uma vez dois agricultores que, ao andarem pelo mercado, viram algumas sementes que não conheciam. Então, perguntaram ao vendedor que sementes eram e este respondeu apenas que vinham do Oriente e que eram muito especiais.

O vendedor não revelou que sementes eram, os dois agricultores ficaram sem essa resposta. Entretanto o comerciante disse-lhes que, se as comprassem e plantassem, dando-lhes apenas água e fertilizante, descobririam por si próprios.

Os dois agricultores compraram as sementes e as plantaram, seguindo a sugestão do vendedor.

Passou um tempo e nada acontecia, enquanto outras plantas já estavam florescendo e dando frutos.

Um dos agricultores reclamou alegando que as sementes eram uma farsa e, a partir daquele momento, ele deixou de semear aquelas sementes e descuidou de seu plantio.

O outro agricultor manteve-se firme e continuou insistindo em cuidar das sementes e fertilizá-las, entretanto nada de brotarem.

Assim foi por algum tempo, a ponto de até mesmo o agricultor mais tenaz e persistente, começar a desanimar e querer desistir das sementes. Porém, um belo dia, ele finalmente viu um bambu aparecendo.

A partir de então, em 6 semanas, as plantas atingiram uma altura de 30 metros e isso se deu porque durante o período de inatividade, o bambu estava gerando, internamente no solo, um sistema de raízes fortes, consolidadas, vinculadas e articuladas, graças ao qual esta planta se torna forte e resistente, tendo uma existência produtiva, útil, duradoura e longa.

O que mais nos ensina o bambu?

Nos momentos mais difíceis que não compreendemos o por que de os estarmos vivenciando, é preciso desenvolver as virtudes do bambu e as lições que ele nos ensina, praticando a paciência, a perseverança, a resiliência e fé na vida.

Veja algumas lições de vida que o bambu nos ensina:

Firmeza e Flexibilidade

O bambu nos ensina que, sem estabelecermos raízes, nos sentimos perdidos e, embora exija muito esforço, é essencial nos dedicarmos e trabalharmos para sermos íntegros, firmes, prósperos e duradouros, tendo uma base sólida e forte e, assim, como o bambu, nos manteremos erguidos, mas, ao mesmo tempo flexíveis ao lidarmos com as ventanias da vida, caso contrário, metaforicamente dizendo, seremos folhas ao vento ou quebraremos!

Humildade e Adaptabilidade

Essa planta nos dá exemplo de humildade pois, diante de ventos e tempestades, enverga, mas não quebra, porque suas raízes fortes são sua origem e alicerce, ajudando-a a se adaptar com humildade às intempéries e mudanças da vida.

Uno com o Todo

Mesmo sendo fino e leve o bambu se mantém em pé, coeso, firme e forte diante das mudanças e adversidades do clima.

Os bambus compartilham da mesma fonte de vida que são suas raízes, por isso, eles contribuem mutuamente para a preservação uns dos outros.

Preservar a Essência, com Vazio Interno

Internamente, o bambu é vazio e isto é que lhe dá a leveza de balançar e não se romper, por isso, sigamos o exemplo do bambu, nos mantendo leves diante da vida e parando de encher nosso interior com pesos desnecessários.

Buscar se elevar

O bambu sempre se dirige para o alto. Aproveitemos esse ensinamento dele mantendo a cabeça erguida e lembrando de elevar nossos pensamentos.

Ser simples e despojado

Sem ser detentor de galhos enormes e frondosos e troncos enormes, o bambu é bem simples e despojado, nos ensinando que não precisamos de muito para sermos felizes, o que importa é sermos nós mesmos com nossa autenticidade.

Outro ensinamento do bambu é a inevitável alternância dos opostos em nossas vidas e, assim como o bambu, devemos encará-los com simplicidade, resignação e lucidez.

A vivência das Lições do Bambu

Assim como o bambu, podemos nos desenvolver e aprimorar diante dos "opostos" através das alternâncias entre escuridão e luz, atividade e passividade, nascimento e morte, agitação e quietude, sucesso e fracasso", afinal vivemos em um mundo dual!

Que estas lições sejam proveitosas para você e que te ajudem a lidar com as experiências da vida com a mesma sabedoria do nosso professor e amigo vegetal, o Bambu!

Talvez te interesse ler também:

TEMPLO DE BAMBU NO MÉXICO É EXEMPLO DE ARQUITETURA SUSTENTÁVEL

SAID TRINDADE, O PARAENSE QUE CRIOU O CANUDO DE BAMBU QUE VIRA ADUBO

FARINHA DE BAMBU? UAU! É CAPAZ DE REDUZIR O COLESTEROL!

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!