Resiliência: 7 princípios básicos para subir no barco virado

resiliência-capa
A resiliência é a capacidade de lidar com a adversidade de uma forma positiva, cultivando os recursos que se encontram dentro de nós. O termo resiliência pode ser entendido, por exemplo, como a força de vontade que nos permite levantar e reagir quando estamos em uma situação difícil.

As pessoas resilientes sempre saem reforçadas de uma crise. Não entram em colapso, não sucumbem. Vitalidade, energia, criatividade, inventividade, coragem e força são apenas algumas das características das pessoas resilientes.

Mas, o que é essa tal de resiliência?

O termo resiliência tem a ver com a capacidade de um material ou corpo de sofrer pressão e recuperar seu estado original (Thomas Young, 1807) e é aplicado na física, na metalurgia e também na psicologia, quando se trata da capacidade do ser de superar adversidades.

No mar, os antigos chamaram de “resilientia”, do verbo “resalio”, que vem do latim e significa “pular para trás, recuperar-se” a ação de "subir no barco virado" que salvava muitos dos marinheiros em caso de mar bravo. 

Você pode ler mais sobre a questão da resiliência neste bom material do iltaliano Peter Trabucchi.

Lendo sobre o assunto da resiliência lembrei de algumas frases populares, bem batidas, e que a gente nem para para pensar no significado "oculto porém explícito" que nos ensinam, desde pequenos, a sermos resilientes. Pense bem, o resiliente é aquele que não só sobrevive às intempéries mas que também "vive a vida" em toda sua intensidade.

7 frases para a gente pensar junto

 

1) Suba no barco virado

Este lema tem a ver com as gentes do mar: quando um barco se vira, a vida dá uma cambalhota, você pode se afogar ou lutar tenazmente para sobreviver. Então, suba no barco virado, se agarre nas bordas, no que for, e bata a pés, quer dizer, resista e se recupere e se salve.

2) Do limão faça uma limonada

Está azeda a situação? Nada que não se modifique com uma colher de bom humor - experimente. É assim que a gente faz limonada de limão azedo, com açúcar ou mel, o bom humor necessário para se enfrentar a crise.

3) Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima

Lembra desse samba? É uma composição de Paulo Vanzolini, mestre musiqueiro (compositor, tocador, enfim, todo um músico) e zoólogo, paulista, um dos fundamentos da música popular brasileira. Maravilhosa na interpretação de Noite Ilustrada. Música de fossa, dor de cotovelo, pode ser entendida assim mas, o principal é que “levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima” é o que faz todo aquele que é resiliente, não?

4) Sorria ao mau tempo

Uma frase popular, antiga como só - minha tia Titina, tão sábia, a repetia a “torto e a direito” - e que tem muito, mas muito mesmo, a nos ensinar, e dar força. Enfim, de que adianta você ficar acabrunhado, triste, deprimido se chove lá fora, não é? Mas, se você lembrar o quanto a chuva é necessária para que os frutos cresçam nas árvores, se você buscar o lado positivo das situações, até o tempo mais cinzento vai ficar mais fácil de se suportar.

5) Depois da tempestade vem a bonança

Pois é verdade! A Terra, com sua redondez, seus ventos, suas variações climáticas, as correntes marinhas, enfim, tudo o que interfere na formação de tempestades, funciona em ciclos - às vezes, mais naturais, às vezes, prejudicados pela ação do ser humano mas, sempre, situações cíclicas pois a natureza busca, continuamente, o reequilibrio de seus fatores. Então, não há tempestade, ou mesmo furacão, que vá durar para sempre.

6) Atolou, desatole

Quantas vezes o meu carro não caiu naquele mesmo buraco de areia mole na frente da casa do meu avô Chico. Sim, pura verdade! E o velho, quase cego, ia me orientando, de ouvido, até eu tirar o chevetinho do atoleiro. É a mesma coisa com a vida: a gente até pode atolar, cair no buraco (ou na valeta, já me aconteceu também) mas, de experiência em experiência a gente vai aprendendo, de um jeito ou de outro. E se fortalece. E até aprende a ver o buraco à distância, não é verdade?

7) Confie, persevere e tenha fé, em você

Simplesmente isso, confie: em você mesmo, nas suas convicções, no seu coração, no seu caráter, no seu espírito, na natureza, no amor. Confiar e ter fé: perseverar, confiar e perseverar um pouco mais, insistir e mais uma vez, continuar em frente. Tenha a certeza de que, um dia, você chegará lá aonde pretende chegar.

Adoro essa explicação sobre o que é perseverança: "Perseverança é o trabalho duro que você faz depois de ter se cansado de o trabalho duro que você fez" Atribuem essa frase a Newt Gingrich, pode ser que seja dele. O que eu sei é que esta é a verdade nua e crua do ser resiliente - quem é resiliente persevera pois tem confiança nos seus propósitos e fé nos resultados da sua ação. Se não perseverasse, não adiantavam nem a fé nem a confiança. Pensem nisso!

Leia também:

EMPATIA, RESILIÊNCIA, TOLERÂNCIA: HABILIDADES EMOCIONAIS QUE DEVEMOS ENSINAR ÀS CRIANÇAS

PESQUISA AFIRMA QUE SUCESSO ESTÁ ASSOCIADO AO ESFORÇO, E NÃO À INTELIGÊNCIA

RECLAMAR NÃO É SOLUÇÃO - FALE POSITIVO