Queimaduras de água-viva: 10 dicas, tratamentos e remédios naturais

medusa picada

O que fazer se você tiver um contato acidental com uma água-viva? Existem vários remédios naturais para cuidar das lesões provocadas pelas medusas, e as recomendações mais conhecidas, infelizmente, são as piores a se fazer, como urinar, usar álcool ou amônia. Veja aqui algumas dicas úteis.

1. A água do mar

Se uma água-viva de repente te tocar, saia imediatamente da água e mantenha molhada a área afetada com a própria água do mar, se você não tiver outras soluções disponíveis. Não se lave com água doce o que favoreceria a liberação de mais toxinas.

2. Óleo de melaleuca

Se você nunca ouviu falar desse óleo conheça aqui todas as suas propriedades, pois ele é realmente fantástico. Para tratar queimaduras com água-viva usando o óleo da árvore-do-chá, ou tea tree oil como também é conhecido, leve um vidrinho de 10 ml para as suas férias contendo uma mistura de 1/3 do óleo essencial de melaleuca com 2/3 de óleo essencial de lavanda. O vidrinho pode ser útil também para desinfetar feridas.

3. Água e bicarbonato de sódio

Prepare uma mistura cremosa usando o bicarbonato com um pouco d’água. Coloque-a sobre a ferida e deixe-a em repouso durante pelo menos 30 segundos. O bicarbonato ajuda a aliviar o ardor. Evite coçar, tocar e esfregar a área, o que pode acionar mais células, as cnidoblastos, que contêm a toxina da medusa.

4. Remova os tentáculos

Fora da água, não entre em pânico e peça ajuda se precisar. A água salgada ajuda na remoção dos tentáculos da água-viva, mas se isso não for o suficiente, nunca use objetos pontiagudos, como lâminas de faca ou de tesoura. O conselho é usar um objeto rígido mas que não corte como por exemplo um cartão de crédito. E cuidado para não provocar lesão nas mãos durante o procedimento.

5. Não aos cortisonas e aos cremes esteróides

Os cremes esteróides e os cremes anti-histamínicos não afetam as picadas de medusas porque só entram em ação depois de 30 minutos, ou seja, quando a reação já atingiu o seu pico.

6. Nada de amônia ou urina

Entre os remédios populares mais usados para o tratamento de lesões provocadas por medusas, encontramos a aplicação de amoníaco, álcool ou urina. Estes são remédios que não encontram acordo na comunidade científica. Já o vinagre é indicado somente nos caso de lesões provocadas por medusas tropicais. No caso das medusas do mediterrâneo, o vinagre é contra-indicado pois poderia aumentar a sensação de ardor.

7. Ledum palustre

O Ledum palustre é um remédio homeopático recomendado para lesões provocadas por águas-vivas. É o mesmo produto considerado eficaz na prevenção de picadas de mosquito. Consulte um médico homeopata para prescrever este medicamento.

8. Urtica urens

Outro remédio homeopático sugerido em caso de lesões por medusas é o Urtica urens. Consulte um homeopata para a prescrição do medicamento.

9. Aloe vera e calêndula

Para aliviar as lesões provocadas pelas queimaduras, duas plantas úteis podem ser a babosa (aloe vera) e a calêndula. Lave bem as áreas afetadas antes com a água do mar e espere-as secar para depois aplicar uma pomada ou gel a base de uma destas plantas.

10. Primeiros Socorros

Picadas de medusas são irritantes mas geralmente não são fatais, exceto se a pessoa for muito sensível à peçonha.

No entanto, podem surgir complicações, apesar dos tratamentos oportunos. Podem ocorrer dificuldades respiratórias e as pessoas alérgicas correm o risco de terem um choque anafilático. Se sintomas inesperados aparecerem e o problema não for resolvido rapidamente, corra imediatamente para um pronto socorro.

Leia também:

seta8 REMÉDIOS NATURAIS PARA O VERÃO - E QUE REALMENTE FUNCIONAM!

setaAROMATERAPIA: PRINCIPAIS ÓLEOS E UTILIZAÇÕES