Projeto busca ampliar espaços verdes, saúde e consciência alimentar em São Paulo

São Paulo possui apenas 2,88m² de parques e praças por habitante – em Nova York, por exemplo, são 13m² por pessoa – e só 25% da população consome a quantidade de frutas e hortaliças recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde). E se existissem hortas nas coberturas e arredores dos prédios da capital paulista, essas estatísticas seriam as mesmas?

Não seriam. É o que aposta o Pé de Feijão (PDF), negócio social criado em São Paulo em 2014 – e incubado pela Yunus Negócios Sociais desde então.

Sua atuação é pautada em três eixos: desenho e implantação de hortas em espaços ociosos, dinâmicas de grupo nas hortas com foco em educação alimentar, e medição de impacto social e ambiental das atividades.

Um exemplo dos trabalhos executados pelo Pé de Feijão está no telhado verde pioneiro desenvolvido no prédio da Sky Garden.

Além de ocupar espaços antes ociosos, sejam de prédios empresariais, condomínios residenciais, universidades ou comunidades, as hortas funcionam como plataformas educativas e centros de lazer.

Promovendo a aproximação das pessoas com o cultivo de alimentos, o PDF acredita que pode levar a mudanças de hábito e à adoção de comportamentos mais saudáveis – ao resgatar aquilo que há muito perdemos – a relação direta com o que comemos.

Próximos passos

O primeiro projeto do Pé de Feijão será realizado na Fábrica de Criatividade, centro de inovação, cultura e lazer localizado no Capão Redondo, distrito da cidade de São Paulo.

Este projeto será viabilizado por meio de um crowdfunding na plataforma Benfeitoria. Uma horta de 80m2 será instalada na laje do prédio, sendo palco para uma sequência de workshops que tratarão de temas relacionados à educação alimentar. Os frequentadores poderão colocar a mão na terra e trazer suas famílias para cuidarem (e colherem!) juntos.

Veja o Pé de Feijão no Capão Redondo:

E aí? Que tal contribuir por uma cidade mais verde e saudável? Clique aqui para conhecer melhor este projeto e participar!

Leia também:

HORTAS URBANAS EM SÃO PAULO: UMA FORMA SUSTENTÁVEL DE BEM VIVER

Fonte fotos: facebook.com