Grife de luxo famosa acusada de maus tratos por manter cães engaiolados

  • atualizado: 

Aconteceu em Londres: uma loja da grife Chanel foi acusada de crueldade animal, após um vídeo com imagens deprimentes mostrar dois cachorros trancados em um espaço bem apertado, em "pequenas gaiolas". O ocorrido se deu em Knightsbridge, distrito de Londres.

A estrela do reality-show Made In Chelsea, Tabitha Willett, postou foto e vídeo no seu Instagram, com imagem de 2 cães visivelmente tolhidos de poder se movimentar, dentro de gaiolas.

Este fato ocorreu, aproximadamente em torno das 23H00 de sexta-feira, dia 15/02/19, na boutique Chanel's Sloane Square, no oeste de Londres, sendo posteriormente questionado por Tabitha Willett, com a seguinte pergunta:

"Alguém sabe o que esses cachorrinhos estavam fazendo em gaiolas no @ChanelOfficial Sloane Street na noite passada?

"Chanel, por que há dois cachorros em pequenas gaiolas, em sua loja às 11 da noite?"

Mais tarde, ela acrescentou:

"Telefonei para Chanel, que disse que os cães estavam lá por motivos de segurança, o que não entendo, pois estão trancados em caixas que são pequenas demais para seus tamanhos."

Ver os cães naquela situação deixou Tabitha Willett muito triste e sobre isso ela desabafou:

"Você nunca deve ver os animais enjaulados e restritos por seu tamanho, sem água ou espaço para sentar, levantar ou esticar-se, muito menos tarde da noite, sob iluminação fluorescente, na Sloane Street, em uma janela da Chanel. Fiquei ainda mais chocada quando soube que as circunstâncias eram para fins de segurança, já que os animais enjaulados seriam incapazes de proteger a loja."

A Chanel também disse à Willett que os cães eram mantidos nas gaiolas por "poucas" horas, de cada vez, e tendo quem cuide deles.

Ela ficou indignada com a situação e criticou a empresa por seu sistema de segurança "falho e cruel" e disse que conversou com a RSPCA (Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals ) sobre o assunto.

As imagens postadas no Instagram mostrando os cachorros deitados em caixas de transporte gradeadas, denotam ser pequena demais para eles se esticarem por completo, teve mais um agravante e aspecto preocupante é que o de não haver indício de alimentação e água na caixa do cachorro que estava bem mais visível.

A denúncia através dessa imagem despertou a preocupação das instituições e Ongs de Proteção e Defesa do Bem-Estar Animal, uma delas a RSPCA que levantou questionamentos sobre este caso.

A Chanel, por sua vez, insiste que os cães estão lá para proteger o local e agir como um impedimento à roubos, após arrombamentos que ocorreram na loja, por isso os animais no local.

A RSPCA disse que quer ouvir a explicação completa da Chanel.

Um porta-voz da RSPCA, fez as seguintes observações, à respeito da imagem dos cães nas gaiolas apertadas:

"Esta imagem levanta algumas questões e gostaríamos de ouvir as razões destes cães serem mantidos em caixas desta maneira. Caixas de cães podem ser úteis para transportar animais de estimação, para uso em treinamento, ou para confinamento de curto prazo, quando a supervisão não é possível. E devem ser um lugar onde o cão se sinta seguro e confortável.

No mínimo, as caixas precisam ser grandes o suficiente para que o cão possa se sentar e ficar de pé em toda sua altura, virar-se, esticar-se e deitar-se em uma posição natural. Adicionar roupa de cama macia e confortável e brinquedos de morder seguros ajudam os cães à se sentirem confortáveis, seguros e protegidos. Os cães precisam ter acesso à água o tempo todo, então uma tigela de água deve ser fornecida, quando um cachorro estiver dentro da caixa.

Isso pode ser feito usando uma tigela de encaixe, para evitar que ela seja derrubada."

A Chanel disse que entende a "preocupação" em virtude da imagem do vídeo.

Um porta-voz da Chanel, fez as seguintes declarações sobre o ocorrido:

"Devido a dois recentes incidentes sérios na boutique da Sloane Street, a Chanel decidiu reforçar as medidas de segurança buscando os serviços de um adestrador de cães. Nós entendemos a preocupação daqueles que se importam com o bem-estar animal e a compartilhamos. Queremos assegurar-lhes que estes dois cães, que são especialmente treinados para este propósito, são liberados de suas caixas regularmente para se esticarem e se exercitarem, e há um suprimento regular de comida e água durante o tempo que eles ficam na boutique".

Essa situação levanta a questão dos cães utilizados como segurança, sem levar em conta as necessidades que o animal tem de liberdade, espaço, bem-estar e atenção, ainda mais se tratando de cachorros, que por natureza são tão afetivos, gostam da conviver e interagir com outros animais e humanos.

Existem canis que criam, adestram os cães de forma rigorosa e até dura, para alugá-los como segurança de imóveis, construções, lojas e casas de temporada, locais onde o animal passa a maior parte do tempo sozinho e sujeito à riscos e perigos.

Além do mais, tem proprietários desse tipo de negócio que mais explora o animal do que cuida dele, visando a lucratividade, negligenciando que está lidando com um ser senciente, que tem capacidade de sentir de forma consciente sensações e sentimentos.

Esse fato da Chanel é uma ponta do iceberg do que pode envolver o comércio de cães de segurança e aluguel, por isso quando precisar de mais segurança em seu comércio ou residência procure outros meios, como sistema de segurança de alarme, pois este não sente desconforto, privação e dor.

E além do mais, conviver com cães é tão bom, por poder compartilhar o carinho, alegria e afeto com eles.

Os cães, por sua natureza protetora cuidam de nós e do ambiente em que vivem, sem precisar ser privados de amor, espaço, liberdade e de suas necessidade básicas.

E para você, o que as imagens te dizem?

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!