O que é e como funciona a Medicina Veterinária Holística

  • atualizado: 
Medicina Veterinária Holística

Os animais cada vez mais fazem parte de nossa vida. Eles nos fazem bem e nada mais justo do que querer promover o bem deles! Nesse sentindo, na atualidade, podemos contar com o tratamento dos animais através da Medicina Holística, em busca de cuidados mais naturais e integrativos, principalmente na prevenção e controle de doenças

Mas, afinal o que é a Medicina Veterinária Holística?
Para que serve? Como funciona?
O que a diferencia da medicina convencional?
Quando recorrer a este tipo de medicina em animais?

Acompanhe este conteúdo e saiba as respostas!

 

1. Como é um Veterinário Holístico

Os veterinários holísticos são formados em medicina veterinária, mas com algo a mais, pois fizeram cursos e especializações em práticas holísticas para terem, além das ferramentas convencionais, outras opções integrativas e complementares que tratam a doença de uma forma natural, integrada e holística.

2. Por que Medicina Holística?

A palavra Holística vem de HOLISMO que deriva da palavra grega "Holos" que significa "Todo" ou "Completo".

Em uma situação de doença, o médico veterinário holístico não foca somente nos sintomas da parte afetada pelo problema de saúde, mas avalia e trata o todo do indivíduo, no caso, o animal.

Ao equilibrar o todo, o ser é curado, incluindo a parte afetada.

Na Medicina Holística o todo trata o ser de forma abrangente e completa.

A Medicina Veterinária Holística tem o objetivo de ir à raiz do problema, tratando o que está oculto, a causa do sintoma que é apenas um iceberg da doença. 

Os sintomas geralmente não são a causa da doença e o objetivo da Medicina Holística é descobrir qual a causa primária, a raiz do problema e saná-lo evitando que a doença persista ou reincida.

EXEMPLO: No tratamento de uma otite provocada por ácaros, a medicina veterinária holística além de tratar desse problema de forma mais natural possível, irá investigar o que provocou o aparecimento dos ácaros e, por consequência, a otite.

Em um exemplo, o animal estava com o sistema imunológico enfraquecido, devido a má alimentação.

Depois da descoberta da causa, o Médico Veterinário Holístico indica um tratamento natural, envolvendo várias práticas terapêuticas para a cura do problema.

3. Como funciona a Medicina Veterinária Holística

reiki veterinario

Sessão de Reiki com veterinários Holísticos - na foto Dra. Cacá Spera e Dr. Gustavo Calasans Marques, da Clínica Veterinária Mãos Que Curam - Medicina Holística

3.1. Busca se apoiar nos prós e não nos contra

A abordagem da Medicina Holística é fortalecer os mecanismos de cura naturais do organismo, por exemplo: utilização de probióticos, fitoterapia ou homeopáticos.

A utilização dos "Anti"como antibióticos, anti-inflamatórios e antitússicos, ocorrerá apenas em casos urgentes, reduzindo os efeitos colaterais indesejáveis e a resistência aos medicamentos alopatas.

Na Medicina Holística, reforça-se e restaura-se a força vital, em vez de bloquear os mecanismos naturais do corpo.

3.2. Previne a doença e promove a saúde, em vez de combater somente a doença

O protocolo da Medicina Holística se baseia em fortalecer o corpo, para evitar as doenças e isso se dá melhorando o sistema imunitário, aplicando boa alimentação, desintoxicando todo o organismo, equilibrando a energia do corpo, entre outros cuidados e tratamentos.

3.3. Menos uso de química e mais Natureza

A Medicina Veterinária Holística utiliza-se mais produtos naturais.

As células do nosso corpo não são compostas por químicos sintéticos, por isso, na medida do possível, recorre-se a tratamentos como:

  • homeopatia
  • fitoterapia
  • argiloterapia
  • aromaterapia
  • nutrição natural
  • medicina ortomolecular
  • medicina energética
  • cromoterapia
  • acupuntura
  • moxabustão
  • ozonioterapia
  • auto-hemoterapia
  • shiatsu
  • reiki
  • florais
  • alternativas naturais para os produtos utilizados em tratamentos convencionais

3.4. A cura começa no interno e se dá de forma profunda

O tratamento da doença envolve o aspecto interno e não somente o sintoma externo. Dessa forma se amplia visão do que poderia nos levar à cura da doença.

Isso não quer dizer que a Medicina Convencional Alopática deva ser descartada, quando esta se faz necessária. Entretanto, a Medicina Holística pode ser uma aliada, de forma integrativa e complementar, para ajudar no caminho da cura completa, até em urgências e cirurgias.

A Medicina Veterinária Holística tem muito bons resultados, principalmente na área da prevenção e doenças crônicas.

4. Terapias holísticas e os seus benefícios para os animais de estimação

Terapias holísticas trazem os seguintes benefícios para os animais:

  • melhoram a saúde do animal, de forma natural
  • aumentam o bem-estar e a qualidade de vida do animal
  • equilibra as funções vitais e orgânicas do corpo deles
  • não têm contraindicação

Pela visão holística, as doenças em animais de estimação podem também ser reflexo de desequilíbrios ambientais, físicos, emocionais, mentais ou espirituais, relacionados aos humanos com os quais o animal convive.

Várias doenças em animais de estimação são decorrência da convivência com os humanos, e acabam influenciando o estado do animal. Além do que, a forma como o animal é tratado e cuidado interfere em sua saúde.

Um animal que o tutor passa muito tempo longe, pode ter mudanças bruscas de comportamento ou hábitos alimentares, além de vir a desenvolver doenças físicas. E a terapia holística pode ajudar nesse tipo de situação.

5. O que é levado em conta no Tratamento Veterinário Holístico

Nos tratamentos holísticos há uma integração entre médicos veterinários holísticos, tutores e animais. As terapias naturais e holísticas atuam nos planos físico, mental e emocional de cada ser.

Outro aspecto importante e benéfico da Medicina Veterinária Holística é que não causa efeitos colaterais nos animais e podem ser utilizadas neles em qualquer idade e espécie.

Os atendimentos são feitos em consultórios que oferecem diversos tratamentos holísticos, tendo como princípio a consulta detalhada sobre o animal e seu problema de saúde, e levando em conta aspectos da rotina do animal, como:

  • hábitos alimentares
  • comportamento
  • temperamento
  • interação com outros animais e pessoas

Os tratamentos são determinados de acordo a avaliação clínica e, é a partir daí que o veterinário indica as terapias necessárias para o animal.

O veterinário holístico pode fazer a interação de várias terapias naturais e holísticas diferentes para potencializar o resultado.

Os tratamentos holísticos para animais são feitos e só devem ser indicados por médicos veterinários com especialização nas técnicas prescritas.

O ambiente do consultório de Medicina Veterinária Holística é diferenciado do de uma clínica convencional.

Todo o ambiente é organizado para propiciar calma e bem-estar ao animal e a aplicação das técnicas holísticas.

Apesar dos benefícios que as técnicas alternativas oferecem, é necessário avaliar se as mesmas podem substituir o tratamento convencional.

É importante que o veterinário holístico acompanhe e avalie o histórico clínico do animal, levando em conta as resposta do organismo dele ao tratamento.

A Medicina Veterinária Holística se faz imprescindível nos casos em que o medicamento convencional não apresenta resultados e o tratamento holístico pode ser eficiente nessa situação.

6. Exemplos de tratamentos de animais com Medicina Veterinária Holística

Ricardo Santos é o tutor do cachorro Cnote e optou pelo tratamentos holístico para seu animal de estimação, em decorrência de graves problemas de saúde que ele teve.

Veja o depoimento de Ricardo Santos

“O Cnote, meu cachorro, estava com sintomas de Cinomose (doença viral que causa diarreia, desidratação, dificuldades respiratórias e outras reações).
E esta é uma doença em que poucos animais escapam com vida.
Suas patas, inclusive, estavam tão fracas que ele mal conseguia andar.
Os veterinários que visitei disseram que não poderiam fazer nada por ele, já que o estágio da doença estava avançado.
Quando submeti meu cachorro aos tratamentos holísticos, como a Acupuntura, ele apresentou melhoras logo na primeira sessão.
Foram recomendadas sessões de Acupuntura durante 10 semanas e exercícios físicos de caminhada em uma banheira com água.
Com o tempo o Cnote foi ficando animado e com as pernas mais fortes, até quase ficar em pé.
Porém, chegou um momento em que o estado dele regrediu, o que deixou a ele e a mim desanimados.
Quase desisti do tratamento, mas persisti, porque a veterinária holística que me atendeu alertou que o tratamento era prolongado, de 6 meses a 1 ano.
Hoje o Cnote já está com as perninhas fortes e resistentes, até arrisca alguns saltos de uma poltrona para a outra.
Estou muito satisfeito com esse tipo de tratamento e recomendo.”

Recentemente em nosso site publicamos uma matéria sobre a cadelinha Luna tratada com Medicina Veterinária Holística Integrativa e Complementar, com o uso do medicamento homeopático Viscum album pelos veterinários Dra. Ana Catarina e Dr. Aloísio Cunha, em um tratamento de câncer integrado, envolvendo outros veterinários especialistas, tendo apresentado resultado positivo no quadro de saúde e recuperação do animal.

Um outro exemplo é o da minha cachorrinha Vivi de 16 anos diagnosticada com tumor interno no olho direito e no fígado e que está passando por tratamento integrado com Dra. Caca Spera na Clínica Veterinária Mãos que Curam-Medicina Holística, em Itanhaém -SP.

Neste tratamento, estão sendo utilizadas várias terapias medicinais e holísticas como o uso do Viscum album e outras técnicas terapêuticas naturais como: Ozonioterapia, Reiki, Cromoterapia, Acupuntura, Fitoterapia Chinesa, Homeopatia, Nutrição Natural, o que vem dando bons resultados com melhoras em seu estado de saúde.

7. Os animais contribuem para a melhoria de nossa frequência

O professor de Física Quântica Horácio Frazão nos ensina que:

"Animais irradiam um campo de presença muito forte.
Por isso que nos sentimos tão bem perto deles.
Por terem uma mente mais simples e, portanto, uma ausência de um eu, eles permanecem em estado de não-mente.
Os animais criam um campo de aceitação para que você possa ser o que é, pois eles não emitem julgamentos e não precisam que você seja algo para eles se sentirem bem.
Quando nos sentimos aceitos de forma incondicional, nos sentimos mais livres e, portanto, mais felizes.
Por isso estar com um animal é uma prática espiritual, pois eles nos ensinam o quão bom e prazeroso é estar presente aqui e agora.

Por isso e muito mais, os animais merecem o melhor tratamento, nossos cuidados e muito amor!

Talvez te interesse ler também:

CASINHA DOS SONHOS: TELHADO VERDE E VENTILADOR PARA MANTER O CÃO AO FRESCO!

A VELHICE DE UM CÃO. COMO CUIDAR DE NOSSO FIEL AMIGO NA VELHICE

ADOÇÃO RESPONSÁVEL: O QUE É IMPORTANTE SABER ANTES DE LEVAR O ANIMAL

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!