Como o cachorro se tornou o melhor amigo do homem?

melhor amigo do homem

Várias vezes, quando olho para o meu cachorro ou brinco com ele, penso em como um ser com o ímpeto caçador pode, calmamente, permanecer ao meu lado por horas. E, mesmo sozinho, como ele consegue ficar dentro de casa sem tirar qualquer coisa de seu devido lugar? Afinal, como nasceu o nosso vínculo com os cães? Como conseguimos domesticá-los? Como eles se deixaram ser domesticados?

A relação de amizade entre homem e cão é recente na história da humanidade: remonta a um período entre 27 e 40 mil anos atrás. A descoberta desse marco temporal deve-se ao último ancestral de lobos e cães, a espécie Lobo Taimyr, que viveu na Sibéria há 35 mil anos. Pesquisadores da Universidade de Harvard descobriram seus restos mortais no norte da região russa, provando que esse ancestral comum tem vários genes comuns com a raça Husky Siberiano e com os cães que puxam trenós na Groenlândia.

Uma outra recente pesquisa feita na École Normale Supérieure (ENS), de Lyon, na França, reforça a teoria de que a domesticação de cães ocorreu a partir de lobos em busca de comida que passaram a frequentar acampamentos humanos. Provas obtidas de DNA sugerem que os cães desenvolveram a habilidade de digerir alimentos ricos em amido durante a revolução agrícola, ocorrida há milhares de anos. Isso teria marcado a ruptura entre os cães modernos, tolerantes ao amido, e os lobos, que, por serem carnívoros, não digerem essa substância. 

Para a pesquisadora Morgane Ollivier, da École Normale Supérieure (ENS), o desenvolvimento cultural humano teria influenciado a domesticação do cachorro. Para a BBC, Ollivier explicou que "como (as provas) estavam ausentes de contextos dos caçadores-coletorers, ligamos (o desenvolvimento da habilidade de digerir amido) ao desenvolvimento da agricultura nas primeiras sociedades agrícolas".

Junto com os humanos, os cães também evoluíram, já que tiveram a vantagem seletiva de se alimentar de restos humanos no contexto do surgimento da agricultura. Os cientistas têm interpretações diferentes sobre o fenômeno. Alguns acreditam que os antigos caçadores-coletores levavam os lobos para caçadas ou como cães de guarda primitivos, o que lhes permitiu, aos poucos, treiná-los e domá-los.

Já outros defendem que a domesticação é mais tardia, remontando ao período em que os lobos passaram a roubar restos de comida dos acampamentos e iniciando uma vida junto com os humanos.

A pesquisa da ENS foi publicada na revista especializada Royal Society Open Science e analisou o DNA de ossos de cães em oito sítios arqueológicos da Europa e do Turcomenistão. Os cientistas estimam que a subespécie Canis lupus familiaris da espécie Canis lupus começou a se desenvolver há cerca de 15 mil anos. Entretanto, não se sabe exatamente quando a relação entre homens e cães começou. Ela pode até ter ocorrido em diferentes fases da história.

É realmente incrível e bonita essa história, com detalhes ainda desconhecidos, da cumplicidade entre os homens e os cachorros!

Especialmente indicado para você:

A LINDA AMIZADE ENTRE UM CACHORRO E UMA RAPOSA EM FOTOS INCRÍVEIS

POR QUE OS CÃES INCLINAM A CABEÇA QUANDO FALAMOS COM ELES?