Olhos muito lacrimejantes em cães, o que pode ser?

olhos-caes-lacrimejantes

Secreção ocular em cães pode significar desde alergias à doenças. Quando devemos nos preocupar e quando devemos simplesmente limpar estes olhinhos molhados?

Assim como em humanos, as lágrimas servem para umidificar e limpar os olhos de sujeira e poeira, protegendo-os contra infecções e substâncias estranhas. Uma lacrimação um pouco mais abundante do que o normal, pode ocorrer em dias de vento ou se o cão brincou com alguma coisa empoeirada por exemplo, e aí é normal que se formem no canto dos olhos do animal, uma bolinha de secreção seca, a remela, que você pode pode limpar sempre que achar necessário.

Mas se a secreção se acumular demasiadamente, com muita regularidade, se é espessa, amarela ou tiver cheiro ruim, pode estar acontecendo alguma coisa mais séria e um veterinário deve ser consultado.

Dá uma olhada em algumas das principais causas de secreção ocular canina e procure um veterinário assim que suspeitar de alguma gravidade ou irregularidade.

Alergias

Ces também podem sofrer de alegrias à pólen, ácaros, poeira, fumaça, assim como nós. Olhos vermelhos, lacrimejantes com secreção clara, aquosa e prurido podem ser sintomas de alergias.

Como não é tão fácil identificar subitamente as causas alergênicas, enquanto não se entende o que lhe causa alergia para tentar diminuir o seu contato com o agente causador, procure um veterinário para verificar o grau de gravidade. Pode ser que o médico peça para que se use um simples soro fisiológico para aliviar o incômodo, como pode ser receitado um anti-histamínico. De qualquer modo, não use colírios e remédios sem antes consultar um veterinário.

Corpo estranho

Pode ser que tenha entrado um corpo estranho no olho do seu cão, se um de seus olhos apresentar lacrimação excessiva. Procure lavar bem o olho irritado do cão usando soro fisiológico com um conta gotas, ou com algodão, como mostra o vídeo ao final. Mas é bom todavia consultar um veterinário do mesmo jeito pois, corpos estranhos podem trazer riscos à córnea e causar infecções.

Olho seco

Também chamada xeroftalmia, trata-se de uma doença caracterizada pela não-produção de lágrimas. Assim, os olhos caninos se secam, se irritam e coçam. Consulte o veterinário se desconfiar dessa doença porque infecções são um sério risco para cães que têm olhos secos.

Conjuntivite

È uma inflamação da conjuntiva que pode ser causada por alergia, bactérias, agentes tóxicos ou vírus. Os sintomas podem ser secreção transparente, clara, aquosa ou amarelo-esverdeado. O cão também pode apresentar olhos muito vermelhos e demonstrar incômodo ao piscar e ou dificuldades em manter os olhos abertos, podendo também colocar as patas sobre os olhos. Somente um veterinário pode diagnosticar a causa e prescrever o medicamento eficiente para cada caso.

Doenças oculares

Úlceras de córnea ou glaucoma são algumas doenças oculares graves que podem acometer os cães, inclusive podendo causar cegueira. Portanto se o teu cão lacrimeja com muita frequência e com secreção espessa, leve-o ao veterinário pois, o quanto antes as doenças forem tratadas, maiores são as chances de cura. A cinomose também é outra doença grave que dá muita secreção ocular. 

Raças propensas

Algumas raças são mais propensas que outras para ter problemas oculares. Os braquicefalicos (caes de focinho curto e olhos maiores) como pugs e boston terriers, são mais propensos a apresentarem secreção ocular porque os seus olhos são mais expostos, atraem mais corpos estranhos e são mais propensos a sofrerem ferimentos. Outras raças propensas são as de pêlos ou cílios mais longos, que podem irritar os olhos e causar lacrimação excessiva.

Leia também: 

ALERTA DO FDA: ADOÇANTE XILITOL PODE SER MORTAL PARA CÃES

SAIBA COMO PROCEDER EM CASO DE ENVENENAMENTO DE CÃES E GATOS

Fonte: Mother Nature Network. Colaborou Chama o Veterinário.