Kit de Primeiros Socorros para animais: o que não pode faltar na caixinha do seu pet?

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Todo mundo tem em casa uma caixinha de primeiros socorros para eventuais acidentes domésticos, não é mesmo? Mas quando pensamos em nossos bichinhos de estimação, sempre vem aquela dúvida: o que eu deveria ter na caixinha de primeiros socorros do meu pet?

Pensando nisso, com a ajuda da médica veterinária Julia Flórios, resolvemos ajudar você a montar um kit emergencial para pets, lembrando que ele não substitui a ida ao veterinário e sim o auxilia em um socorro imediato até a chegada na clinica.

Então vamos lá!

O primeiro passo a ser tomado é reservar uma caixa somente para os animais de estimação. Não devemos utilizar a mesma caixa de primeiros socorros que usamos para nós humanos, pois podemos nos confundir e utilizar itens humanos nos pets e vice e versa.

Agora que seu amigo peludo já tem a caixinha só pra ele, o que devemos colocar dentro dela?

Os principais itens são:

* Algodão – para limpar machucados delicados, geralmente em olhos e focinho, pois a gaze, por ser áspera, pode lesionar mais a ferida

* Água Oxigenada – para limpeza

* Spray Anti Séptico – usado na assepsia do machucado

* Esparadrapo – caso haja necessidade de curativo emergencial

* Gaze – para limpeza e curativos

* Luvas de látex (descartáveis) – usadas para nos proteger de possiveis contaminações

* Soro Fisiologico – para lavar o ferimento

* Tesoura sem ponta – usada para remover curativos que aderem ao pelo, como o esparadrapo

* Pinça – para remover espinhos ou qualquer corpo estranho que possa machucar seu pet

* Focinheira – pois os animais quando sentem dor, tendem a ficar alertas e mordidas são comuns quando tentamos manuseá-los

* Termômetro – para aferir a temperatura

* Rolos de atadura – para imobilização e curativos

* Cotonetes – para a limpeza de regiões delicadas

Medicamentos

Alguns medicamentos também são de importância na caixinha do seu pet, como por exemplo:

* medicações para vermes,

* vômitos,

* febre,

* diarreia,

* antialérgicos,

* pomadas oftalmológicas,

* pomadas dermatológicas,

* vitaminas e

* medicações para pulgas e carrapatos.

Porém é fundamental que os medicamentos sejam indicados pelo seu médico veterinário de confiança.

Todo e qualquer acidente com seu pet deverá ser comunicado imediatamente ao veterinário. Somente ele é capaz de ajudar seu peludo nesses casos, por isso, recomenda-se sempre ter facilmente alcançável, o seu número de contato.

Talvez te interesse ler também:

SAIBA COMO PROCEDER EM CASO DE ENVENENAMENTO DE CÃES E GATOS

COMO LIMPAR E ESTERILIZAR A CAIXA DE AREIA DO GATO DE UMA FORMA NATURAL

COMO REMOVER OS PELOS DE CÃES E GATOS DO CHÃO, TAPETE E ROUPAS

Fonte foto: xtra.dog

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É redatora-chefe e co-founder de GreenMe Brasil.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook