Veja por que você deve evitar o uso do filme PVC e conheça substitutos

  • atualizado: 
chega de plastico

Ele é prático, barato, flexível e um pouco grudento, mas é o queridinho de muitas donas de casa e, principalmente, dos mercados e mercearias, quando se trata de “conservar” alimentos. Estamos falando do plástico filme ou filme PVC. E qual o problema disso?

Bem, o problema está justamente no descarte desse material, pois devido aos componentes que o fazem ficar flexível, ele se torna um plástico difícil de reciclar e, assim como muitos outros resíduos de plástico, vai parar em aterros sanitários demorando anos para se decompor e o pior, muitas vezes chegam nos oceanos, matando animais indefesos que confundem pedaços de plástico com comida.

Batemos nessa tecla de conscientização ambiental, pois infelizmente muitas atitudes nossas são impensadas, visando apenas a praticidade do dia a dia e a comodidade da vida moderna. Só que não é bem assim que devemos agir, não é mesmo?

Se existem alternativas que podem minimizar esse impacto ambiental causado pelos nossos hábitos modernos, por quê não aprendê-los e aderir a eles? Por isso, vamos aprender o que é o plástico filme, se é possível reciclá-lo e quais as opções para substituí-lo.

 

1. O que é plástico filme?

O plástico filme ou filme PVC (policloreto de vinila) é um plástico de baixa densidade, também chamado PEBD, o qual amolece em baixas temperaturas, queima como vela e tem a superfície lisa e “cerosa”.

O PEBD é flexível, leve, transparente e impermeável, sendo bastante utilizado para fabricar filmes para embalar alimentos, sacaria industrial, sacos de lixo e as polêmicas sacolinhas de supermercado.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, aproximadamente 500 bilhões e 1 trilhão de sacolas plásticas são consumidas em todo o mundo anualmente. No entanto, sacolas plásticas podem ser recicladas, mas e o plástico filme?

2. O plástico filme é reciclável?

Sim, o plástico filme é reciclável, podendo inclusive criar outros produtos a partir dele. No entanto, esse processo é um pouco complicado, principalmente no Brasil, onde quase não existem postos de reciclagem, ou a coleta é praticamente nula.

Por isso, nossa missão é procurar postos de reciclagem que recebem este tipo de material e levar o plástico filme já limpo e sem resíduos. Procure se informar sobre o processo de reciclagem que será realizado neste posto, pois se efetuado de forma incorreta pode liberar substâncias tóxicas que poluem o meio ambiente.

Infelizmente o plástico filme não pode ser reciclado juntamente com as outras embalagens plásticas, como por exemplo as sacolinhas, pois se forem colocadas no incinerador, liberam dioxinas que, além de poluir o meio ambiente, colocam em risco a saúde humana por causa do risco de câncer.

Por isso, a melhor forma de reciclar o plástico filme é não usá-lo!

3. Tempo de decomposição

O plástico leva pelo menos 100 anos para se decompor, isso inclui sacolinhas de plástico e até mesmo o filme de PVC. Por isso, a melhor alternativa a ele é substituir o plástico filme por produtos biodegradáveis ou até mesmo por truques simples que já temos em casa, como veremos a seguir.

4. Alternativas para substituir o plástico filme

Já que o plástico filme é tão nocivo para o meio ambiente e o processo de reciclagem é tão complicado, podemos buscar algumas alternativas reutilizáveis para não precisar mais dele.

POTES DE VIDRO

Alguns recipientes como potes de margarina, ou até mesmo os que compramos em lojas de utilidades são melhores do que o plástico filme. No entanto, o ideal é escolher os de vidro, pois mesmo os potes de plástico podem liberar toxinas nos alimentos. Existem muitas marcas no mercado que informam se o plástico utilizado na produção dos potes é livre de BPA, por isso leia as informações na etiqueta do produto.

TAMPAS DE SILICONE

Outra alternativa para conservar alimentos são as tampas de silicone adaptáveis a diversos tamanhos de recipientes. Elas podem ser uma ótima alternativa ao plástico filme, desde que sejam feitas com silicone totalmente não tóxico. Por isso, verifique se o produto possui uma etiqueta que contém essa informação.

PARA MASSAS REPOUSAREM

Para receitas de massas que pedem para deixá-las repousando com papel filme, as substituições são as seguintes:

  • Caso tenha que deixar a massa na geladeira, unte-a com um pouco de óleo e coloque num prato dentro da geladeira.
  • No caso de massas que precisam ficar repousando por um longo período, como as de pão ou pizza, coloque-as em uma tigela de vidro e cubra com um pano de prato úmido.

Se mesmo assim, você não conseguir ficar sem o plástico filme, talvez seja o caso de esperar pelo bioplástico, um tipo de plástico filme biodegradável feito com matéria-prima vegetal.

Pesquisadores da USP estão tentando patentear um alternativa sustentável para o filme plástico, a qual é produzida com fécula de mandioca, mas segundo eles é preciso criar um modelo de produção para suprir a necessidade da indústria.

Enquanto isso, continuamos buscando alternativas para conservar os alimentos sem precisar utilizar o plástico filme.

Algumas iniciativas como a da Fe Cortez do Canal “Menos 1 lixo”, dão dicas para conseguir isso. Segundo ela, o plástico filme também não é a melhor maneira de conservar os alimentos, pois além da taxa de reciclagem desse material ser de apenas 17%, alimentos embalados com plástico filme não respiram.

Sem contar que, muitos alimentos orgânicos, que tem por objetivo a conservação do solo e a diminuição dos impactos ambientais, são embalados com isopor e plástico filme, ou seja, fogem do propósito de conservação do meio ambiente, lembra Cortez.

Por isso, ela traz algumas dicas de como eliminar o plástico filme do dia a dia.

Dentre as dicas, além dos potes de plástico ou de vidro, que falamos acima, ela sugere também:

  • 1 bol (tigela) e 1 prato que podem cobrir alimentos e ainda podem ser empilhados na geladeira;
  • Guardanapo de pano ou pedaços de tecido para embalar sanduíches;
  • Embalagens de tecido cobertos com uma resina de mel. Essas são novidade no mercado, são dobráveis e moldáveis com o calor das mãos, podendo ainda serem lavadas e reutilizadas.

Bom, essas foram apenas algumas dicas para não precisarmos mais utilizar o plástico filme para conservar os alimentos, como fazemos há anos de forma automática.

Se você já utiliza ou tem mais alguma ideia útil para fazer essa troca, compartilhe com o máximo de pessoas que puder para que possamos aderir e melhorar a saúde do nosso planeta!

Talvez te interesse ler também:

ALGAS NO LUGAR DO PLÁSTICO: UMA IDEIA QUE PODE O SALVAR O PLANETA

POTATO PLASTIC: TALHERES E SACOLAS FEITAS DE BATATAS PARA DIZER ADEUS AO PLÁSTICO

ESTUDANTE DE ESCOLA PÚBLICA CRIA CANUDO BIODEGRADÁVEL FEITO DE INHAME

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!