Tratado das Plantas Medicinais: faça grátis o download do livro

Livro grátis plantas medicinais

Todos nós conhecemos uma ou outra planta de uso medicinal, não é? De manjericão, arruda e guiné, todo brasileiro já ouviu falar. Goiaba, abacate e abacaxi, também são bem conhecidas em suas qualidades curativas já consagradas pela medicina popular. Mas, valioso mesmo é quando alguém que conhece muitas plantas resolve fazer um livro, bem explicado, fundamentado, lindamente ilustrado, e o publica no formato digital livre para quem quiser ler.

A novidade é esse Tratado das Plantas Medicinais Mineiras da farmacêutica Telma Sueli Mesquita Grandi, que contém descrição detalhada do uso medicinal de 383 espécies vegetais, dentre nativas e cultivadas, habitualmente consideradas pela medicina popular. São informações preciosas que nos falam da forma de aplicação de cada planta, sua toxicidade, como se deve preparar cada uma das partes das plantas e para quê, a incompatibilidade destas com medicamentos alopáticos e até as contra indicações. Sim, porque planta também tem contraindicação para uso medicinal, você não sabia?

A autora, além de farmacêutica formada, é professora universitária e pesquisadora de plantas medicinais. Quem quiser conhecer seu trabalho cientifico, acesse aqui, na plataforma Scielo, o texto de sua autoria “Plantas Medicinais de Minas Gerais, Brasilpesquisa científica que deu origem ao livro publicado agora. Este é um trabalho de coleta de informações, com usuários e raizeiros, que fazem uso de plantas medicinais em Minas Gerais e as comercializam. A pesquisa de campo foi realizada na década de 1980 e, sua proposta é de que seja sempre continuada como forma de documentar toda a flora medicinal conhecida no estado.

Uma recomendação importante da autora sobre os locais de coleta das plantas: “Com respeito à coleta, é necessário chamar a atenção para o cuidado com o local onde são feitas. Muitos, em Belo Horizonte, coletam plantas na beira dos passeios, onde corre a água de chuva, e, nesse caso, a planta pode estar contaminada com bactérias e parasitas. Lembro-me de um poço, em Taquaraçu de Minas, de onde a população apanhava água para beber, e ela estava com caramujos transmissores de parasitas.”

O download gratuito você pode fazer em alguns lugares - aqui, aqui e aqui.

E que o uso deste livro te seja companheiro na caminhada de 2016, rumo à transformação individual.

Leia também:

seta

8 PLANTAS MEDICINAIS FÁCEIS DE SE CULTIVAR EM CASA

setaBELDROEGA, UMA PLANTINHA DE NADA QUE VALE DE TUDO

setaCANELA: 10 BENEFÍCIOS COMPROVADOS

Fonte foto: plantasmedicinaismineiras