Sistema caseiro capta 1.200 litros de chuva

Sistema caseiro capta 1.200 litros de chuva

Um biólogo do Paraná criou uma ideia simples com a finalidade de aproveitar a água da chuva. Para por a criação em prática, bastam dois galões de 200 litros, uma furadeira e um cano. Eduardo Panachão, de Londrina, é o nome do benfeitor que, consegue colher 1.200 litros de água, ao ligar o cano das calhas de sua casa, aos galões.

Dessa forma, sua horta e jardins estão sempre irrigados. E também é com a chuva que Panachão ainda lava a área externa de sua casa. A água que sai da calha vai direto para os barris, passando por uma espécie de rede que auxilia na retenção de larvas do mosquito da dengue que possam cair dentro do reservatório.

Uma alternativa para a falta de água

Com esse sistema, que apesar de caseiro, é bastante eficiente, o biólogo tem pagado apenas a taxa mínima de água. E com a crise de água que já ocorre em São Paulo, a invenção surge com uma alternativa sustentável, com água vinda do céu.

Conforme explicou um especialista ao G, precisamos estar atentos à potabilidade da água da chuva. Ela pode ser utilizada na lavagem de áreas externas e também usada em vasos sanitários, já que nesses locais a água não precisa ter a mesma qualidade exigida para outros fins.

Mas, se quem colhe a água quiser usá-la como bebida, o conselho é fazer uma filtragem com carvão ativado e filtro de areia, por exemplo, pois isso aumenta a qualidade da água, tornando-a plenamente potável.

O especialista ainda nos lembra de um detalhe simples: toda água já foi chuva um dia, por isso é aconselhável vencer o preconceito em relação a esse tema; já que todas podem ser tratadas e usadas para consumo humano. Que o diga Bill Gates, que experimentou água proveniente de excremento humano.

As alternativas caseiras para captação de água da chuva podem ser bem aproveitadas, em curto e longo prazo, principalmente diante das mudanças climáticas e da consequente escassez de água, assunto evidente hoje em dia, em várias partes do país e também do mundo.

Leia também: Mora em São Paulo e ainda não usa água da chuva?

Fonte foto: freeimages.com