Em Jerusalém, papoulas gigantes dão luz e sombra à cidade sagrada

  • atualizado: 

Em Jerusalém novas flores desabrocham, porém, são um pouco diferentes do que se poderia esperar. Para darem um toque de cor, chegaram à cidade flores gigantes.

Um grupo de arquitetos de Tel Aviv instalou Warde, uma série de quatro esculturas semelhantes à papoulas vermelhas prontas para florescerem. As flores se abrem cada vez que alguém caminha sob ou nas proximidades das estruturas.

São verdadeiras esculturas interativas, cheias de cor e energia que dão vida nova à cidade e que foram projetadas para fornecerem iluminação à noite e sombra de dia, quando as pétalas das flores se abrem.

As quatro papoulas estão divididas em dois pares. O primeiro está localizado na praça do mercado da cidade, enquanto o segundo está nas proximidades da estação de trem. As estruturas reagem quando os pedestres passam perto delas para criarem sombra com seu tecido de 9 metros de largura, ou para iluminarem durante a noite. Isso permite o uso inteligente da energia, ou seja, somente quando ela é necessária.

De acordo com os autores do projeto, a cidade não estava em boas condições, especialmente do ponto de vista estético, cheia de lixo que se acumulava pelo chão. A intenção de Warde não é porém lutar contra o caos e sim criar um espaço urbano mais habitável usando elementos diferentes dos habituais.

A novidade parece ter sido muito apreciada pelos cidadãos e pelos turistas que visitam Jerusalém.

Só esperamos que estas estruturas sejam de longa duração e que realmente poupem energia para o seu funcionamento. Que são lindas...são mesmo!

UM JARDIM FLUTUANTE PARA DESPOLIR UM DOS CURSOS D’ÁGUA MAIS POLUÍDOS DOS EUA

HOTEL EM SÃO PAULO TEM FACHADA INTERATIVA

UM OÁSIS CRIADO EM CIMA DE UM ANTIGO LIXÃO: SUSTENTABILIDADE E TRABALHO DE COMUNIDADE