Ônibus a hidrogênio - projeto brasileiro em andamento

  • atualizado: 

Uma cidade cheia de ônibus rodando para lá, para cá, sem barulho, sem cheiro, sem gerar poluição. Um sonho que já estamos realizando no Brasil, a exemplo de outros lugares no mundo como a Noruega. Londres também já tem seus ônibus movidos a hidrogênio. É o projeto Ônibus Brasileiros de Hidrogênio.

Os brasileiros são do projeto Ônibus Brasileiros de Hidrogênio que ocorre em parceria com o Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o Ministério de Minas e Energia (MME), a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo S.A. (Emtu/SP). Estes carros não emitem poluentes, somente vapor de água e portanto, sua circulação deixa de acrescentar à poluição das cidades. O sistema de locomoção à base de hidrogênio tem células híbridas com sistema elétrico, autonomia de até 300 km e mais 40 km só com as baterias elétricas de partida.

fotoO "Projeto Ônibus Brasileiro a Hidrogênio" foi lançado em novembro de 2006, é coordenado pela EMTU e trata da aquisição, operação e manutenção de até quatro ônibus com célula a combustível a hidrogênio. Na região do grande ABC paulista já transitam ônibus de transporte coletivo movidos a hidrogênio e estão operando na linha 287P – de Piraporinha a Santo André.

foto

A Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, junto com a COPPE tem também um projeto de ônibus a hidrogênio que participou da Rio+20 em 2012 e teve destaque nas novas tecnologias. Os pesquisadores da UFRJ têm a expectativa de ter um dos seus ônibus rodando nas Olimpíadas de 2016. A primeira expectativa, que não se concretizou, foi de que o protótipo estivesse operacional para a Copa 2014. Este projeto avança com financiamento da Finep, Petrobras, CNPq e da Faperj e seu protótipo tem custo de cerca de R$ 1 milhão. Segundo o cientista Paulo Emílio de Miranda, da COPPE/UFRJ, ”o primeiro ônibus europeu consumia 25kg de hidrogênio por 100km rodados. O atual consome 14 kg por 100km rodados, e o brasileiro usa 5 kg para a mesma distância.”

Estamos à frente do nosso tempo, buscando alternativas mais ecológicas para manter os transportes em funcionamento com eficácia e segurança. E no caso de hidrogênio, como combustível, é bom mesmo que a segurança seja levada muitíssimo a sério, senão explode, e bum.

Talvez te interesse ler também:

seta

SÃO PAULO TEM FROTA DE ÔNIBUS NÃO POLUENTES

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!