Da China, a Bike que Limpa o ar Pedalando

  • atualizado: 
Smog Free Bicycles

Limpar o ar das grandes cidades pedalando: o estúdio de Daan Roosegaarde - em parceria com a gigante chinesa do compartilhamento de bicicletas, Ofo, e a plataforma de design Tezign - decidiram disponibilizar a milhões de usuários as Smog Free Bicycles, bicicletas que capturam o ar poluído, o filtra para fazê-lo retornar limpo ao ambiente.

Seria o máximo se pedalar fosse o suficiente para limpar uma cidade como Pequim, da poluição que a sufoca mas, embora isso não seja o suficiente, a idéia é brilhante e poderia trazer uma contribuição substancial.

As ideias de Daan Roosegaarde

A ideia base do funcionamento desta bike, é a mesma que Roosegaarde desenvolveu para a Smog Free Tower, uma solução urbana para combater a poluição atmosférica, o tráfego e tudo o que possa criar poluição nas grandes cidades.

O projeto está passando por fase de experimentação na China e na Holanda e foi desenvolvido pelo artista holandês como parte de um projeto maior (que agora também inclui essas bicicletas que “comem” a poluição).

No caso da torre, ela captura o ar poluído, o purifica e o devolve limpo. Neste processo também são obtidas pedras que são re-utilizadas para se fazer bijuterias. As bicicletas, em essência, funcionam da mesma maneira, enquanto se pedala.

Veja outros trabalhos de Daan:

seta

POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA: UM ASPIRADOR QUE CAPTA O AR POLUÍDO

setaHOLANDA: A CICLOVIA QUE BRILHA NO ESCURO INSPIRADA EM VAN GOGH

A bike como ícone da China

Parece uma visão distante, a de uma China que foi capaz de se livrar da poluição e fazer da bike o seu símbolo. Mas, como explica o próprio Roosegaarde, Pequim foi no passado uma cidade onde a bicicleta era realmente um ícone: "Queremos que a bike volte a ser um símbolo cultural da China, como um passo em direção ao fim da poluição”.

A notícia deste projeto de longo prazo foi divulgado durante o World Economic Forum / AMNC17, em Dalian. O artista viajou para a China seja para promover seu projeto que para coletar idéias interessantes. A ideia da bicicleta, por exemplo, nasceu em um workshop em Pequim, que também contou com a presença do artista Matt Hope e do Professor Yang, da Universidade de Tsinghua.

A China e a mobilidade sustentável

De fato, a China vem apresentando muitas boas propostas de mudança, reforçadas, em parte, com a notícia da saída dos Estados Unidos do acordo em Paris, o que incentiva Pequim a agir como líder mundial na luta contra as mudanças climáticas.

Naturalmente, andar de bike pelas ruas de cidades como Pequim tem sido uma tarefa impossível dada a poluição que em certos dias, até impede a circulação de pessoas mas, na China, há uma série de iniciativas de compartilhamento de bicicletas, tais quais o Mobike, que somente na área de Pequim tem mais de um milhão de bicicletas disponíveis.

Resta o evidente desejo de mudança, que Roosegaarde percebeu em cheio e está a tentando satisfazê-lo através do poder da inovação.

Suas bikes que "comem" poluição, estão agora em uma fase de desenvolvimento inicial e se colocam como solução não só para a mobilidade urbana, mas como luta contra as emissões em áreas onde, infelizmente, a poluição gerada pelo tráfego é impossível de ser eliminada em pouco tempo.

Leia mais sobre Poluição Atmosférica:

setaSÓ COM MENOS CARROS NAS RUAS POLUIÇÃO DIMINUIRÁ

setaCITYTREE, A PAREDE VERDE QUE LIMPA A CIDADE DA POLUIÇÃO

setaUMA PLANTA QUE DEVORA A POLUIÇÃO DO AR E LIMPA A CIDADE