SolaRoad: na Holanda a primeira ciclovia solar do mundo

SolaRoad: na Holanda a primeira ciclovia solar do mundo

Onde poderia surgir, se não na Holanda, a primeira ciclovia solar no mundo? A Holanda tem reputação internacional como uma nação bike-friendly. Agora um projeto inovador chamado SolaRoad, planeja tornar ainda mais eficiente o uso da infraestrutura sustentável.

A idéia de pavimentar as ciclovias com células solares tanto funcionou que, amanhã será inaugurada a primeira ciclovia deste tipo. Um caminho de 70 metros que representa um pedaço da ciclovia Krommenie. Este será o primeiro experimento desse tipo no mundo.

SolaRoad é um projeto que teve início em 2009 pelo instituto de pesquisa holandês TNO. As células solares são colocadas sobre um concreto especial e revestidas com vidro para permitir a passagem da luz solar. A pista foi coberta com um revestimento antiadesivo e tem uma ligeira inclinação para contar com o auxílio da chuva para sua lavagem, de modo que a superfície mantenha-se sempre limpa, garantindo a máxima exposição à luz solar. A superfície plana, entre outras coisas, não é a ideal para capturar a luz solar para a produção de energia.

Quando a ciclovia com o revestimento em células solares ficar totalmente pronta, o projeto é chegar a 100 metros de percurso, espera-se que ela seja capaz de fornecer eletricidade suficiente para abastecer gratuitamente três casas.

Um bom resultado se se considerar que os mesmos benefícios poderiam se estender para outras famílias na construção de novas ciclovias solares em outros locais. Isto permite desfrutar de espaço não utilizado totalmente. Há muitas formas de otimizar espaço, mesmo para além das ciclovias.

De acordo com o TNO, a instalação de células solares nos 140 mil quilômetros de estradas na Holanda, poderia levar a um aumento na produção de energia para alimentar as redes elétricas e abastecerem casas, luzes nas estradas e semáforos. A luz solar é uma grande fonte de energia, renovável e gratuita. Seria interessante se projetos similares fossem realizados em outras partes do mundo, principalmente em países ensolarados como o nosso.

Leia também: O painel fotovoltaico portátil como uma mala