@vidaaoredor/Instagram

Gafanhoto cor-de-rosa: conheça essa raridade da natureza

Gafanhoto cor-de-rosa: conheça essa raridade da natureza

Se você nunca viu e nem ouviu falar que existiam gafanhotos de outras cores, como cor-de-rosa ou laranja, neste conteúdo você irá descobrir estes insetos extraordinários, diferenciados e raros. Acompanhe!

O raro gafanhoto cor-de-rosa, assim como o de outras cores incomuns para este inseto, faz parte da maravilhosa biodiversidade da Terra

O gafanhoto cor-de-rosa é tão raro que há apenas 1 para cada cada 500 indivíduos verdes dessa espécie de inseto. Mas este é um inseto que não passa despercebido onde estiver. Diga-se, de passagem, é muito difícil de encontrá-lo, mas quando é visto, não tem como parar e ficar extasiado, contemplando suas peculiaridades e beleza!

Classificação científica

O gafanhoto cor-de-rosa é uma espécie pertencente à grande família dos Tettigoniidae, insetos altamente diversificados que ocorrem praticamente em todo mundo.

Seu nome científico é Amblycorypha oblongifolia.

Os adultos dessa espécie possuem cabeça redonda e variam em tamanho de 42 a 52 mm, com o comprimento das asas anteriores de 3,1 a 4 vezes maior que a largura máxima.

Eritrismo

A que se deve a cor-de-rosa desse gafanhoto?

Antes do início do século XX, relacionava-se as cores raras dos gafanhotos a uma mudança de cor sazonal, ou seja, a uma adaptação às condições climáticas de cada período do ano.

Mas essa visão mudou em 1916, quando o entomologista (especialista em insetos) Joseph Hancock, descobriu que as cores diferenciadas em determinados gafanhotos são uma condição herdada geneticamente chamada eritrismo.

A coloração rosa é resultante dessa rara mutação genética, cujo efeito é maior produção de uma proteína avermelhada.

A mutação pode causar a redução do pigmento normal dos gafanhotos, bem como um aumento na produção de um pigmento vermelho.

Essa condição é semelhante ao rutilismo, característica genética responsável por conferir a cor ruiva em certos indivíduos humanos.

Desvantagens de ser um gafanhoto raro

O verde, o marrom ou a mistura dessas duas cores, costumam ser a cor padrão dos gafanhotos. Suas asas grandes e em forma de folhas funcionam como camuflagem, fazendo com que os gafanhotos se pareçam com folhas e galhos, dificultando aos predadores de os encontrarem.

Já os gafanhotos de cores raras, possuem a desvantagem de serem percebidos facilmente pelos predadores, o que os torna vulneráveis e mais raros ainda, pois poucos conseguem sobreviver na natureza sem serem devorados por outros insetos, pássaros, diversas aves, morcegos, roedores e pequenos mamíferos.

Photograph by Joel Sartore, Photo Ark.
Photograph by Joel Sartore, Photo Ark.

Diferenças entre gafanhotos e grilos

Tanto os gafanhotos quanto os grilos são membros da ordem Orthoptera, composta pelas seguintes principais famílias:

  • Gryllidae – grilos verdadeiros ou de campo
  • Acrididae – gafanhotos de chifre curto
  • Tetrigidae – gafanhotos ou gafanhotos pigmeus
  • Gryllotalpidae – grilos-toupeiras
  • Tettigoniidae – gafanhotos de chifre longo e catídides -> nesta família está inserida o gafanhoto cor-de-rosa, também chamado Katydid de asa oblonga (Amblycorypha oblongifolia)

O gafanhoto cor-de rosa adulto se diferencia do grilo do mato (grilo comum). As asas traseiras do primeiro se estendem além de suas asas anteriores e se projetam pelas laterais de seu corpo. Já o grilo do mato têm as asas anteriores relativamente mais curtas.

Distribuição geográfica

O gafanhoto cor-de-rosa vive mais no nordeste da América do Norte, mas também pode ser encontrado na parte meio-oeste.

Este inseto é encontrado em todo o leste dos Estados Unidos porém, não existem registros da presença deles na Geórgia e na maior parte da Flórida. Também é encontrado nas províncias canadenses de Québec, principalmente Montreal e Ontário.

Curiosidades

O gafanhoto cor-de-rosa se comunica através do som resultante do atrito de suas asas, esfregando uma na outra.

O som que ele emite se assemelha a um “ itzic ”.

Esse som serve também para os machos se aproximarem das fêmeas quando detectam a resposta delas aos seus chamados na época do acasalamento.

A fêmea realiza a reprodução colocando os ovos no solo e, dependendo da localização e condições do meio, podem levar mais ou menos tempo para eclodirem.

Após eclodirem, surgem as ninfas (“fase juvenil”), que se parecem com os adultos, com a diferença que o abdômen é mais redondo, o corpo é bem menor e não têm asas ou características sexuais.

À medida que as ninfas vão amadurecendo, elas vão se transformando e desenvolvem “almofadas” nas asas.

As asas só ficarão totalmente formadas na maturidade sexual (fase adulta), o que leva cerca de dois meses.

A média de vida da fase adulta é de 4 a 6 meses.

Uma outra curiosidade é que o gafanhoto cor-de-rosa não é conhecido por danificar plantas economicamente importantes, ou seja, que servem de alimento ao humano e são cultivadas em plantações agrícolas.

Imagens de um gafanhoto cor-de-rosa

Derry Back é um fotógrafo e filmmaker especialista em registrar insetos exóticos e raros, em meio à natureza.

Esse homem teve a sorte de avistar um gafanhoto rosa e filmar esse momento através da lente de sua câmera.

Veja a imagem captada por este homem, neste vídeo compartilhado no canal Caters Clips:

Muita sorte de quem pode ver e registrar imagens dessa raridade, não é mesmo?

Proteger os insetos é preservar a biodiversidade

E por falar em raridade, é oportuno dizer que infelizmente até os insetos comuns estão ficando mais raros de se ver.

Hoje em dia, não vemos com frequência vaga-lumes, joaninhas, besouros, libélulas, cigarras e borboletas, devido à ação nefasta da poluição, do uso de agrotóxicos e da devastação florestal provocados pelo homem.

Saiba mais sobre as causas da redução desses insetos em:

Veja outros insetos raros nos conteúdos abaixo:

Talvez te interesse ler também:

Mexilhões cozidos na praia: onda de calor está matando milhões de animais marinhos

Renas luminosas para evitar acidentes neste lugar selvagem da Terra

Países que são THE BEST (os melhores) em Bem-Estar Animal

Fonte fotos: @vidaaoredor/Instagram

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *