Transporte de animais vivos: 2.500 bois doentes, presos em um navio

Transporte de animais vivos: 2.500 bois doentes, presos em um navio

Dois navios contendo 2.500 bois no total estão presos no mar da Itália e Chipre, após o aparecimento de um surto de febre bovina.

Os navios Elbeik e Karim Allah deixaram a Espanha no dia 18 de dezembro e tinham a Líbia como destino. Um surto de febre catarral ovina impediu os navios de atracarem nos portos. Desde então, os navios vêm sendo monitorados pela Animal Welfare Foundation (AWF) e por outras instituições preocupadas com a saúde e bem estar desses animais.

Até o dia 19 de fevereiro, um dos navios (Elbeik) estava ancorado na costa de Chipre, enquanto que o outro (Karim Allah) na costa da Sardenha. De acordo com o porta-voz do Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação da Espanha, os navios deixaram o país com certificados sanitários e sem doenças.

Funcionários estão monitorando os navios e tentam achar uma solução para esse problema. As autoridades espanholas estavam dispostas a aceitar os navios de volta, mas devido à proximidade de um deles à Itália, a AWF entrou com um pedido para o ministério da saúde italiano realizar uma inspeção veterinária urgente.

As autoridades de Chipre solicitaram o mesmo, uma vez que a prioridade é verificar o estado de saúde dos animais. Alguns deles precisam ser sacrificados para não sofrerem mais. Contudo, o mais importante é encontrar uma solução para que esses animais sejam salvos.

Transporte de animais vivos

Assim como foi mencionado em uma matéria publicada pelo The Guardian, esse é mais um escândalo envolvendo transporte de animais vivos em navios. Em 2019, o navio Queen Hind virou com 14.000 ovelhas a bordo. Agora são cerca de 2.500 bovinos presos nesses navios que vagam de porto em porto em busca de ajuda.

Tilly Metz, eurodeputada e presidente da comissão de inquérito sobre transporte de animais, questiona o fato de não haver um plano de contingência em caso de doenças e outros imprevistos. Ela ressaltou o fato de um navio não servir de estábulo flutuante, pois além de ser um ambiente antinatural, é estressante, sobrecarregado e com uma série de riscos.

Esse assunto também foi publicado no Instagram @mfa_brasil onde eles divulgam uma petição ao Senado Federal para impedir a exportação de animais vivos. Veja mais no site Exportação Vergonha.

Vamos ajudar a acabar com esse tipo de transporte vergonhoso que só prejudica a saúde dos animais!

Menos carne é mais. Zero carne é melhor ainda!

Talvez te interesse ler também:

A pressão funcionou: Ibama contrata tratadores de animais

Patrimônio Cultural Imaterial. Vote “Discordo totalmente”

Agropecuária é apontada por especialistas como uma das causas do surgimento de pandemias

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *