O mundo é muito mais colorido aos olhos de um beija-flor. Ele vê cores que você nem imagina

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Parece até poesia, mas é a constatação de uma série de experimentos minuciosos feitos com beija-flores selvagens. Além de rápidos, impossíveis de serem observados em detalhes a olho nu, os beija-flores também são tetracromáticos. Ou seja, possuem quatro receptores de cores, enquanto nós humanos possuímos apenas três.

O estudo

Cientistas da Universidade de Princeton, no Colorado, EUA, realizaram estudos com beija-flores selvagens, utilizando câmeras de alta velocidade e alimentadores com cores e líquidos diferenciados.

Os alimentadores foram equipados com luzes de LED, as quais apresentavam uma sutil diferença de tons. O que estava abastecido com o líquido mais doce, tinha um tom de verde-UV, enquanto outro com água sem açúcar, tinha a cor verde normal.

Importante frisar que essa diferença de tom não é perceptível ao olho humano.

De acordo com a matéria publicada no site da National Geographic, o experimento foi realizado 19 vezes entre os anos de 2016 e 2018 e foram registrados 6.000 visitas de beija-flores.

Os cientistas observaram que os beija-flores escolhiam apenas o alimentador de sabor doce, independente dos dois serem verdes.

O mundo é muito mais colorido aos olhos de um beija-flor

De acordo com os pesquisadores, as cores ajudam os animais a selecionar os alimentos, parceiros e a evitar predadores.

Nós humanos somos tricromáticos, pois possuímos três cones receptivos que distinguem as cores azuis, verde e vermelho. Também conseguimos distinguir a cor roxa, pois fazemos uma junção entre o vermelho e azul. Coisa que alguns animais como cães e gatos, por exemplo, não conseguem porque são dicromáticos (cones verde e azul).

Para chegar no mundo colorido dos beija-flores, os cientistas analisaram várias cores de plumagem de pássaros e de plantas. Eles descobriram que os beija-flores enxergam 30% da plumagem das aves e 35% das cores das plantas em tons que os seres humanos não podem ver (espectrais).

Essa habilidade dos beija-flores serve para ajudá-los a identificar maior variedade de plantas e néctar. No entanto, outros estudos mostram que elas também são atribuídas às outras aves ativas durante o dia, e a vários peixes, répteis e invertebrados, conclui a matéria.

Supostamente, nós humanos possuímos o terceiro cone (vermelho) porque os primatas desenvolveram apetite por frutos maduros.

O estudo com beija-flores é o caminho para entender a diversidade de cores na natureza, uma vez que não podemos vê-las com nossos próprios olhos.

Talvez te interesse ler também:

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook