Erva nada daninha: a dente-de-leão é ótima fonte de alimento para abelhas e outros polinizadores

A situação das nossas amigas polinizadoras tem piorado a cada dia por conta do uso de agrotóxicos, do aquecimento global, do desmatamento, dos incêndios florestais e da poluição.

Sem as abelhas, a vida em nosso planeta tende a se extinguir.

Mas cada um de nós pode contribuir para evitar isso, retribuindo a estes insetos tudo o que eles fazem por nós.

Uma das alternativas mais eficazes para a manutenção da vida deste ser em nosso planeta, é plantar ou manter a planta dente-de-leão em jardins, hortas, gramados, matagais, quintais, canteiros ou até em vasos.

Esta é uma forma bem eficiente e simples de ajudar as abelhas, segundo informou a nova presidente da Sociedade Ecológica Britânica, Jane Memmott.

A dente-de-leão é uma valiosa fonte de alimento para os insetos polinizadores pois, sua inflorescência é rica em néctar e pólen para as abelhas por conter até 100 florzinhas individuais em cada flor.

Erva nada daninha

Visando alertar sobre a importância dessa planta, uma herbácea perene muitas vezes tida como erva-daninha, Jane Memmott, que também é professora de Ecologia da Universidade de Bristol, explicou ao The Guardian:

“Se as dentes-de-leão fossem raras, as pessoas estariam brigando por elas. Por serem comuns, as pessoas as tiram, as pulverizam e fazem todo tipo de coisa horrível. Apenas deixe-as florescer.”

É urgente que façamos algo para reverter os prejuízos causados às abelhas e a outros polinizadores pela ação humana, pois, a população global de insetos está diminuindo 2,5% ao ano e muitos podem ser extintos em um século, segundo dados de uma revisão científica global.

Mediante todos esses prejuízos, vamos cultivar plantas que atraem as abelhas, pois, estaremos plantando vida!

Talvez te interesse ler também:

Abelha é o novo ouro: a polinização se tornou altamente lucrativa e é alvo de cobiça do crime organizado

O exemplo de Minnesota que financia quem trocar os gramados de suas casas por flores para atrair abelhas

Bee, a primeira abelha influencer, que tenta salvar sua espécie fazendo selfie no Instagram

Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.