Uma caixa de leite pode se transformar em hotel para abelhas solitárias

Por aqui, não nos cansamos de repetir que as abelhas são fundamentais para a produção de alimentos e para a manutenção da vida no planeta, nem de denunciar como o uso desenfreado de agrotóxicos vem exterminando-as aos montes, no Brasil e no mundo. No entanto, ainda há motivos para se ter esperança.

Um vídeo postado na página 1 Million Women, que viralizou na Internet, ensina como podemos acolher esses insetos preciosos e contribuir para a sobrevivência da espécie. Trata-se da produção de uma colmeia caseira que, de quebra, ainda reaproveita um material presente no cotidiano de muitos de nós – e que costuma simplesmente acabar no lixo.

Do que você vai precisar

Para construir o “hotel para abelhas”, como foi chamado, basta ter

  • uma tesoura,
  • um pedaço de fita,
  • canudos de madeira oca (de bambu, por exemplo)
  • e uma caixa de leite vazia.

Na verdade, pode ser qualquer embalagem do tipo Tetra Pak, daquelas que muita gente não pensa duas vezes antes de descartar.

Com esse material em mãos, é só seguir as instruções apresentadas no vídeo:

1 – Corte a parte de cima da embalagem do tipo Tetra Pak

2 – Opcionalmente, decore a parte de fora da caixa

3 – Encha a caixa com as madeiras ocas até preencher totalmente a estrutura

4 – Amarre a fita em volta da embalagem

5 – Pendure o hotelzinho em um local seguro, de preferência ao ar livre (no galho de uma árvore, por exemplo)

6 – Tome o cuidado de fixar as laterais da caixa para que não balance com o vento

7 – Pronto! Agora as abelhas terão um pouso seguro.

https://www.facebook.com/1MillionWomen/videos/281060515901993/?v=281060515901993

Esse tipo de colmeia tem o potencial de atrair as chamadas “abelhas solitárias”, o que corresponde a aproximadamente 85% da população desses insetos polinizadores. Ao contrário do que muitos pensam, elas nem sempre vivem em bandos. Muitas vagam sozinhas pela natureza, onde, infelizmente, correm o risco de morrerem envenenadas, dada a disseminação dos agrotóxicos nas lavouras, capazes de contaminar, inclusive, áreas selvagens no entorno, além de deixar as abelhas viciadas.

Talvez te interesse ler também:

Este estado mexicano aprovou por unanimidade uma lei para proteger as abelhas: multas de até 8.000 pesos

Brasileiro cria ‘ração’ para garantir a sobrevivência das abelhas (e elas, pelo visto, adoraram)

Europa diz não ao Thiacloprid, o inseticida da Bayer que mata abelhas. Brasil segue na contramão do mundo

Fonte foto

Sobre Daia Florios

Daia Florios
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É fundadora e redatora-chefe em GreenMe Brasil.

Veja Também

Presentes de Natal Faça Você Mesmo: 5 ideias para descanso de panelas 

Esse vai ser um Natal diferente! Vai ser o Natal da pandemia e também o …